Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Sofrer é permitir-se criar sua pérola.

*
*
*
Saiu o resultado dos exames complementares do papai: sem mestátases!
Mas como foi sofrida a espera...!!!
O interessante é que toda essa experiência me fez refletir sobre o significado do sofrimento. Não ele próprio, mas o que pode resultar dele. Nesses momentos ou a gente se apega à Vida, ou, se entrega. Então, o manuseio representa a parte criativa da nossa história: a parte que impulsiona, que muda. E a gente enfrenta, dando ao medo uma utilidade, fazendo da morte uma parte, apenas, da Vida. E esta segue... Aqui, agora, sempre.

Ou, em outros “tons”, a mensagem se vê:

“Jesus era sábio. Conhecia as armadilhas da alma. Contou uma parábola, a estória de uma casa onde morava um demônio. Aí o dono da casa ficou cheio com o demônio e o pôs para fora. Vazia a casa, ele a varreu, pintou e decorou. Mas ficou vazia. Passados uns dias o tal demônio, vagando pelas redondezas, passou pela casa onde morara e se surpreendeu: ‘Vazia! Ainda não tem morador!’ Foi, chamou outros sete demônios e se alojaram na casa. Jesus termina a parábola dizendo que o estado da casa ficou então pior do que era antes. Os demônios moram no Vazio.”[...]"A alma cria a beleza para parar de sofrer. Pessoas felizes não precisam criar. Elas podem simplesmente se entregar ao gozo da sua felicidade. Mas a dor faz nascer o impulso criativo. Ostra que não sofre, morre ostra. Ostra que sofre, vira artista. Do seu sofrimento nasce a pérola."[...]”E a sua pérola, como vai?”[...]"Às vezes é preciso romper pra começar."

[Pérolas de Rubem Alves]



_____________***_______________

[Imagem by "pai"Google.]
*
*
*
Beijos perolados.

5 comentários:

Paula Calixto disse...

:)))

__________________

Beijos nim tudo.

Ricardo Rayol disse...

Menos mal

ki-colado disse...

Bom dia Paulinha...

Eu estava lendo seu texto, e logo um pensamento me veio a cabeça...

Precisamos formar contrastes para que um outro lado seja valorizado. Se entro no sofrimento, uma fase angustiante, anseio por escape...

Em verdade só é possivel valorizar alegrias por contrate da tristeza.

Os elementos contrastantes cumprem um papel importantissímo na vida que temos e levamos...

Então, minha cara, abençoada seja a tristeza, para que venham todas as alegrias dos nossos anseios.

ps. Admiro você pérola brilhante.

CRIS disse...

Oi, minha linda...

Imagino o que passas.Tive minha experiência com meu velho e nunca tinha conhecido dor maior. Mas saímos dela fortalecidos e Deus mostrou que tudo tem seu ciclo - pessoal e intransferível.

Muita força, garota. Qualquer coisa, estamos aí para partilhar.

Beijão.

Paula Calixto disse...

Rayol, concordo. O menos é tudo em devemos nos apegar! (;

Beijos.

Ki-colado, recíproca mais que verdadeira! (:

Beijos.