Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

sábado, 28 de junho de 2008

Confrontação.

E de repente a gente se vê questionando os sentimentos passados e como estão, de verdade, eles hoje. A gente se pega se desafiando de uma forma que, tanto pode ser positiva, como... Não, no meu entendimento, é só positiva. Pois, nesse caso, há uma questão inconsciente de reafirmação da verdade, como se a consciência precisasse dessa comprovação, seja lá por quais motivos forem. O que difere muito de uma sensação "estilo-recaída".

Confronto: nu e cru. Sem metáforas, sem rodeios.

E coragem para encarar face-a-face o que é preciso e ver, confirmando o que foi decidido, o que foi mortificado de alguma maneira “x” que não importa bulhufas a explicação, mas a ação: AQUILO JÁ ERA E NÃO ME É MAIS!!!

É uma sensação arredia em assistir, por sua imprecisão em descrever, o quanto a surpresa no outro – o confrontado – é causada. Mas é preciso coragem para deixar as pessoas não nos quererem mais, tanto quanto para deixar de querer quem não nos merece e insistimos em.

É. Talvez esta seja a metáfora (o rodeio): O ponto-final.

*

[Ao som da ode de Pitty: "Não a pessoas-prateleiras!"]

*

[Imagem by "pai"Google.]

*

*

*

Beijos.

__________________________________

P.S.: Ando sumida a contra-gosto, mas devido a novas atribuições trabalhistas (que falarei em outra postagem porque merece), as "preencheduras" do coração (risos), ao compartilhar solícito e preciso dos amigos queridos que me rodeiam na Vida "real". Perdoem a minha ausência, mas mesmo me esforçando no tempo, não tenho conseguido visitar todos os blogues linkados e os novos que me fazem coment's, e não acho justo visitar uns e outros não. Mas, acreditem: a falta é toda minha!!!

Beijos mais.

9 comentários:

Paula Calixto disse...

Não nascemos para sermos adornos e nem para permitirmos que os outros sejam, por mais que eles "mereçam".

__________________

Beijos nim tudo.

ki-colado disse...

Nascemos para sermos felizes, e a maior prova foi a construção de um paraíso original...

Os inúmeros desencontros com tanta gente buscando encontros, se dá em função da desorganização mental da grande maioria. E o comportamento dessa maioria determina o que se pode chamar de "SER NORMAL".

Assim, ser normal, é ter uma, ou outra neurose mais comum à todos. E o grande perigo no comportamento da multidão, é a formação de uma multidão de pessoas infelizes. São pessoas, que primeiro correm atrás do dinheiro, e saem comprando o que vêem pela frente, buscando a felicidade da forma como querem.

E assim, formam-se os desencontros.

Beijos Paulinha,
e não te esquece
de me visitar.

Madalena Barranco disse...

Querida Paula maçãzinha, ai, ai, este assunto de ponto final é um dos mais terríveis, principalmente para as mulheres. Contudo, quando temos a coragem de fechar o livro e dar a história por terminada, o alívio é como uma homenagem ao amor próprio. Você sempre tem algo interessante para dizer!! e não se preocupe com as visitas - passe pelo campo de morangos quando puder.

Beijos.

tita coelho disse...

Ai minha linda... Quem dera todos pudessem ler esse teu texto sabe? Tem gente no mundo que não sabe avaliar o que perdeu, ainda se sente meio dono... sei lá quem sou eu para questionar!
saudades docê moça!!
beijos

Suréia disse...

Os elementos contrastantes são determinantes para se avaliar os rumos que pode-se tomar através dos infindáveis caminhos que a vida nos oferece...

Diria até, que trata-se de uma bússola que nos guia quando estamos desorientados. É benção entender que um fracasso não vale nada sem a presença da vitória...

É destino de todo mortal seguir avante os caminhos que nos são designados, uma vez que nosso Deus supremo e eterno nunca dorme...

E que seja feita a sua vontade acima de tudo, por ser o único dono de toda sabedoria sobrenatural, que vai além da nossa compreensão mortal.

Carmim disse...

Finalmente cheguei a uma fase em que me consegui limpar das minhas próprias amarras, das que coloquei nos outros e nas que me colocaram.
Quando se está finalmente livre a vida ganha novas cores. E pontos finais são na verdade um ponto de partida para...

Um beijo.

Paula Calixto disse...

Realmente, só finalizando, dando um ponto-final, pode-se abrir um novo parágrafo, um novo texto... UMA NOVA HISTÓRIA!!!

E, na Vida, precisamos disso em relação a situações, coisas... Pessoas.

I'm free and happy... But I'm not lonely... And with someone new... ((((:

Beijos nim tudo.

Junkie careta disse...

Isso passa minha amiga.

Aproveita pra arrumar a casa.

Grande abraço

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo um abraço e votos de bom fim de semana