Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

quinta-feira, 24 de abril de 2008

"Um gozo que circula sempre sem extinguir-se... porque não sou nada nos têrmos em que você pode compreender"


___________________
______________________________
___________________

A continuidade do erotismo feminino cria, no homem, uma forte atração e, ao mesmo tempo, inquietude. De fato, o homem entende a continuidade como intensidade, o desejo de proximidade como desejo de orgasmo, o erotismo difuso, cutâneo, muscular, como paixão transbordante, impossível de ser contida. Pascal Bruckner e Alain Finkielkraut deram voz a essa emoção masculina escrevendo: "Os espasmos da amada não possuem a certeza rudimentar da ejaculação viril; são o rosto contraído que, sob o efeito de uma insustentável devastação, não me vê mais, o rosto que não posso conter num olhar como durante o sono, a pele incandescente que adere à minha ou de mim se afasta, o vertiginoso balé de pernas, braços, beijos, que me aperta, me repele, se exaspera ao meu contato, aumenta se afastada de mim, me fala de mil coisas que não entendo e me repete somente isto: 'Não estou onde você está, perco o senso onde você não se altera, de mim você não terá nem visão clara nem percepção exata, porque não sou nada nos termos em que você pode compreender...' " E continuam: "Pelo que sabemos, uma única música se aproxima ou equivale ao gozo feminino, a música oriental, geralmente mal tolerada no Ocidente por causa de sua estrutura repetitiva, obsessiva... " E mais adiante: "Orgasmos, portanto, no plural, que jamais se repetem da mesma maneira, como um conto que justapõe num mosaico barroco muitos começos, muitos fins, muitas intrigas e linearidades, princípio de desorganização permanente no que se refere a uma carne que espera sempre apenas espasmos idênticos... Ela jamais goza no sentido em que sua excitação terminou, goza e é um gozo que circula sempre sem extinguir-se, reabsorver-se... A sua única exigência é: tributem honra a todas as partes, à boca, e ao sexo, ao útero e à vulva, à orelha e ao ânus, ao joelho e à delicada pele das pálpebras... Estejam em todos os lugares, contanto que esse gozo... não esteja mais em lugar nenhum."

Bruckner e Finkielkraut, após terem intuído a natureza da excitação sexual feminina, sentem quase vergonha da simplicidade masculina. Como se fosse uma modalidade empobrecida, grosseira da outra.

[O Erotismo - Fantasias e Realidades do Amor e da Sedução. Alberoni, Francesco; pág. 24; Ed. Rocco, 1986]

*
*
*
Ao som sutilmente provocante de Haifa Wahbe...




__________*
**__________


[Imagem by "pai"Google
com modificações minhas.
Mais sobre o Psicanalista,
Médico, Jornalista e Sociólogo
Francesco Alberoni clique aqui]
*
*
*
Beijos repetitivos e incontidos.

10 comentários:

Paula Calixto disse...

"Bem no íntimo, a maior parte dos homens têm medo da beleza feminina. São atraídos por ela, mas ao mesmo tempo a temem. A mulher que se faz ainda mais bonita para agradar pode, por isso mesmo, dar a impressão de ser ainda mais inacessível. Além disso, na fantasia erótica masculina, as roupas, quanto mais delicadas e femininas, mais simbolizam uma diferença, uma distância, um obstáculo, um teste. (Francesco Alberoni, em “O Erotismo – Fantasias e Realidades do Amor e da Sedução”)"

____________________

Beijos nim tudo.

Cris disse...

Adoro ler teus textos, Paulinha.

beijão.

Rui Caetano disse...

Um bom dia de 25 de Abril!

Ricardo Rayol disse...

achei genial .. o gozo feminino é um gozo que circula e não se extingue...

Sig Mundi disse...

Ual! Estou absorvendo tudo isso! rs

bjs, andrea

un dress disse...

muito interessante paula!!


ainda bem que assim é e que ser mulher é...ser mulher!... :)





abraÇo.beijO

Luiz disse...

Paula, ainda bem que faço meditação frequentemente...acho que estou mais perto da musica oriental e, portanto....

gostaria que vc me ensinasse a fazer uma coisa que nada tem a ver com essa sua postagem. Vou enviar um email pedindo ajuda, ok ? beijo

elvira carvalho disse...

Muito interessante.
Bom Domingo
Um abraço

Lorita disse...

Aula boa pra macharada esse texto!

Bjm

Paula Calixto disse...

Pulsão sexual tem tudo haver com pulsão de Vida! E aqui só tem gente muito, mas muito viva, hein! (((:

Beijos +. (;