Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Sobre o [des]continuar.

*
*
*
"Said we got to do something about where we're going
Maybe run from the darkness in the night
Singing Ha La La La La De Day"

->Ao movimento de "Runing to Stand Stil" - U2.
[Uma das minhas bandas favoritas.
Uma das músicas que fazem minha alma lavar.]

*
*
*

A gente nasce: angústia. O ato de nascer é violento, é desagregar. O caos da ordem anterior. Um precedente a uma nova ordem num novo que estabelecerá.

A cada perda, a cada conquista o ato é repetido. O regresso subjetivo se dá. Um retorno para seguir em frente, um seguir em frente para retornar.

Arte.











No espelho da Vida: uma trama de reflexos-sem-fim.

“Abrindo um antigo caderno foi que eu descobri:
Antigamente eu era eterno.”




_____________***___________

[Imagem pescada daqui.

Trecho (em itálico1) da música em movimento no pomar.

Trecho (em itálico2) pescado aqui.

Vídeo by "tio"Youtube]

*

*

*

Beijos mobilizados.

13 comentários:

Paula Calixto disse...

Boas elo-cubra-ações.

Beijos nim tudo.

TH disse...

Nossa Paulinha
Quanto tempo não apareceia aqui..
E ver Paulo Leminski nas suas citações, além do super competente U2 é uma dádiva
Adorei lhe rever ontem também
BEIJOS
AMO-TE!!

Flávia disse...

A gente nasce angústia.

Importante é saber o que a gente vive, e quando, e o quanto a gente vive...

Beijo!!

Mário Margaride disse...

Querida amiga,

Desculpa só agora vir agradecer a tua simpática visita, mas tenho andado um pouco ocupado.

Mas mais vale tarde do que nunca...

Muito bem construido o teu post, como sempre.

Continuação de uma excelente semana!

Beijinhos

Mário

Paulo R Diesel disse...

Ir e vir e seguir e retornar e perceber a angústia que por vezes nos invade e nos escraviza e por vezes nos leva a agir em busca de liberdade perdidas.

Agora sim, podemos continuar...

Beijo, Paula

Diego Gonçalves Amaral disse...

o que torna o caos tão turbulento é a maldita imprevisibilidade, pois creio que cada caos obedeça a uma ordem, aleatória, mas ordem!

beijos

Ricardo Rayol disse...

as vezes descontinuar é muito bom.

Drica Menezes disse...

a gente nasce angustia e vive angustia, mas as vezes isto é bom tbm...bjao!

Késia Maximiano disse...

Paulo Leminski sabia memso das coisas da vida..
Bjs

paula barros disse...

O nascer e renascer todos os dias. Diante das perdas, das conquistas.

Será que quem nasce de parto normal, tem mas garra para nascer a cada perda?

Fiquei a pensar.

beijos

Madalena Barranco disse...

Belas palabras, dona maçãzinha, onde o ato de nascer é o início de uma grande aventura.

Beijos, com carinho.
Espero que seu pai esteja melhorzinho.

Anne disse...

E eis-me aqui devoltaaaa...que saudade de vc, paulinha! Não entra mais no msn, eta vida corrida!!! Queria tanto proseá contigo, aparece qdo tiver um tempinho!

Estou exatamente nessa fase, do caos. Estou começando a retornar para poder seguir em frente. O ego tá uma zona, o ID nem sabe mais o que deseja e o superego eu juro que afogo hj a noite, no álcool (aliás, já te disseram que o superego é solúvel em álcool?)

Tá tudo uma bagunça, mas to arrumando, sou boa nisso! Em breve, estarei toda nova...rs. Aliás, renovei o chá, estou em clima de renovações e mudanças. Passa lá qdo puder e olha, ficou uma coisinha linda!

Saudade de ti, mesmo! Posso nao estar tão presente, mas amo-te, como sempre!!! Bjos, moça!!!

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo um abraço e votos de bom fim de semana