Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

sábado, 17 de maio de 2008

Sobre a arte milenar de ignorar pessoas-amebas e as que, definitivamente, Não fazem A íntima!

*
*
*
______________
___________________

Sabe aquelas situações inevitáveis que fazem você encontrar aquilo que se denomina: pessoas que não fazem a íntima? O que fazer, como agir perante uma situação dessas?

Você ainda não entendeu do que eu estou falando, meu bem?! Ai, Não faz A íntima, mas vou dar uma colher-de-chá, tá?

*

Imagine você numa tarde chuvosa e, sem avisar, chega aquela criatura que você não tem notícia desde a guerra do Iraque, com filhos e já vai entrando, te toma o dia inteiro, os meninos sobem no teu sofá e fazem dele trampolim... E, o ser-alienígena ainda ignora os filhos e te relata a novela da vida dela toda! Não faz A íntima, bem!!!

*

E quando você sai pra balada e vai até o bar comprar seu drink, chega aquela criatura do lado, (nunca te viu, ou, se viu não viu, entende?) e pede um cigarro, pede um gole da sua bebida, e já vai fazendo as boas da intimidade... Não faz A íntima, de jeito nenhum!!!

*

Ah! E têm aquilo que se denominam pessoas-amebas: coisas-gente que possuem a chamada diarréia mental. Essas, nem com transplante de cérebro, honey! Não faz A íntima darling, NÃO!!!

*

Mas, não se desespere. A arte milenar de ignorar pessoas-amebas e afins é constituída de um arsenal de truques desenvolvidos sob as mais conceituadas experiências de cobaias estelares, as quais demonstram que sempre há um modo de preservar a sua espécie sem ter que se contaminar com esses açoites virais que esbarram em nós por aí, vez ou outra.

*

Aí vão algumas singelas e infalíveis dicas:





A planta: pode ser uma cara-de-paisagem, tipo quando você sintoniza só com o ar atmosférico da atmosfera interior do seu íntimo, entende?


[A autista é bem parecido com fazer A planta, mas tem um tom meio pejorativo, então... Fica com A planta, mesmo. ]





A Gisele é mais o estilo blasè que é a última moda em Paris. [voltou a voga!]


Blasè é uma expressão que designa uma falta de interesse, quase que total indiferença, às novidades do mundo.





A criatura blasè apenas observa o mundo com um ar de deboche, na certeza de que já viu de tudo e nada é agradável, nada pode surpreendê-la.

Ou seja, sai da cena marcando sempre e com ar de imponente!
















Gisele pura na passarela, darling!













E A Egípcia todo mundo sabe, né?
Mistura da imponência de Liz Taylor em Cleópatra

















Com o olhar

que só Betti Daves é capaz de transmitir

O desprezo:





ARRASA NA INDIFERENÇA TOTAL!!!



[O truque é incorporar à sua mente que não há espaço no ar-mental para a reles existência de tais criaturas. Viu uma delas? Tá. Quem?! Não há registro, não há lembranças, não faz A íntima, entendeu? Simples assim.]



E se o ser-andante que num acidente nasceu gente-coisa não entender, você pode falar (mas apenas com o olhar, depois emite o som a La Hanibal Letter, em O Silêncio Dos Inocentes):


" Devemos interrogar o seu silêncio. Não o silêncio que se situa antes da palavra e é um querer dizer. Mas o outro, o que fica depois dela, e que é um saber que não pode dizer, a única coisa que de fato valeria a pena ser dita".
[Clarice Lispector]

*

Ajuda a queimar o que se chama neurônios amebiais. (;

_______***_______

[Imagens by "pai"Google.
Texto de minha autoria após uma pesquisa profunda
das ultimas tendências-retrô-de-como-se-livrar-do-que-não-te-acrescenta.
(Esta é apenas o resultado da fase I dessa pesquisa, tá? Aguardem novis.)]

*

Agora fiquem com o som avassalador de


Trechinho da letra:

" Louro suicídio
Era a cor do cabelo dela.
Como uma distração barata
Para um novo romance.
Ela sabia que terminaria
Antes que começasse...
Alguma coisa me diz que você arruinou o plano.

Loira suicida..
Devastação amorosa,
Loira suicida..."

Qualquer semelhança na melodia com a pessoa que vos escreve é "mera coincidência". [risos]

(;

&

Beijosmeliga. [que funciona sempre, também!] Bye.

11 comentários:

Paula Calixto disse...

Óbvio que tal postagem não diz respeito a nenhum dos meus amabilíssimos leitores que gentilmente comentam! Pelo menos, os que eu aceito os coment's, porque não perco de dar A Egípcia em algumas pessoas-amebas, mas... Enfim, todo mundo entendeu, todo mundo estudou figuras de linguagem no colegial, né?
(;

________________

Beijos nim tudo.

Paulo R Diesel disse...

Tem cada figura (e não é de linguagem) que
é sem noção, que não faz a íntima.
Eu diria... m a l a s ( e sem alça)

Bj Paula

Juℓi Ribeiro disse...

Paulinha:

Adorei seu texto!
Vou utilizar estas técnicas.(Risos...)
Já passei por algumas situações que envolveram pessoas-amebas
e as suas dicas são ótimas.
Desejo a você um bom domingo.
Beijo.

ki-colado disse...

Aprende-se com interesse, força de vontade, perseverança e simancol, a sutil diferença entre "aproximação" e "invasão".

É um aprendizado importante para quem deseja durante toda a vida evitar dezenas de acidentes de percurso.

Né... Paulinha?

Renata Emy disse...

Querida,

Tem selinho p/ vc em meu blog!

Qdo puder passa lah tah!

Espero que goste!

Beijão

Diego Gonçalves Amaral disse...

algumas vezes é tão gostoso dar uma solene ignorada!!! aiai faz bem pro ego e deixa a pele lisinha!

beijo e desculpa o sumiço... ando doido com a faculdade!

Flávia disse...

eu quero ser a Bette Davis, haha.

Plinius Buenos Ayres disse...

Hehehehehe esse seu texto me lembrou algo que assiti a pouco tempo. tenho a série completa do X-men em desenho aniamdo. Um dos episódios, o primeiro pra ser mais exato, a Sentinela gigante está atrás de Jubileu. Quando Vampira, Gambit e Tempestade tentam salvá-la o Sentinela faz um espécie de busca de dados e diz "Mutante não cadastrado. IGNORAR!"
O sentinela se sairia super bem nessa sua situação. Bjos amorex!

Lorita disse...

Eu faço cara de samambaia forever! heheehe

Bjm

Vera Calvão disse...

Lindaaaaaa, que saudades de postar aqui, prometo, prometo, prometo, não abandonar mais esse banho de cultura que só ele o nosso conhecimento, que é o seu blog.
Menina, como você coloca as coisa da forma correta, eu só fico aqui, balançando a cabeça afirmando tudo o que está dito.
Nossa, quantas vezes dei de cara com pessoas que "não fazem a íntima", terriveis, totalmente sem noção. O óóó praticamente.
Saudades das nossas farrinhas linda, que todos os seus dias sejam de sol, e as noites de lua cheia, lindos como você.
Sucesso flor linda!!!

Carmim disse...

Fiz uma pausa, deletei os blogs e voltei com novo endereço.
Espero por ti. =)

Um beijo.