Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Faça da sua Vida o bastante e inspire [com] seu coração.

*
*
*


"... Seja ridículo, não seja frustrado, 'pague mico', saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso à dois.

Quem disse que ser adulto é ser ranzinza?! Um ditado tibetano di
z que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, não tem pra quê pensar nele.

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é out
, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: 'vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida.'

Antes idiota que infeliz!"


[Arnaldo Jabor]

*
*
*
Ao som de "Now That You Got It" - Gwen Stefani feat Damian Marley.
*
*
*
[Imagem by "pai"Google]

________________***_____________


Beijos.


13 comentários:

Paula Calixto disse...

[...]

___________________

Perdão pela ausência. O trabalho, principalmente, tem consumido tempo devido a mudanças e novas atribuições futuras já em andamento e cobradas. [risos] Cêlávi! (((:

____________________

Beijos nim tudo.

Madalena Barranco disse...

Oh, dona Maçãzinha, eu também estive ausente de seu blog, mas hoje não queria encerrar sem passar por aqui. Você está certa... Às vezes é preciso relaxar e deixar o mundo para trás. Beijos e até breve.

ki-colado disse...

Esse texto me fez lembrar um tio que certa vez perguntou ao meu pai...

"Está esperando que as cotovias lhe caiam assadas na boca?"

Isso foi num momento em que meu pai estava num banheiro público, concentrado com sua necessidade, e esse meu tio perguntou-lhe em altos brados por cima da porta... "Está esperando que as cotovias lhe caiam assadas na boca?"

Eu já rodei o mundo, e continuo buscando o que necessito. Até porque ninguém até hoje bateu na minha porta e me perguntou se eu estava precisando de alguma coisa...

Neste mundo das carências cada um tem sido por si, só.

O que fazer... nÉ Paulinha?

elvira carvalho disse...

Ora aí está uma grande máxima.
Bom fim de semana
Um abraço

Plinius Buenos Ayres disse...

Amiga tb postei um post do Jabor no meu blog, bem parecido com esse. E com certeza eu sou uma pessoa "idiota". Idiota e feliz! Super concordo com sso tudo que você escreveu!
Beijos psicoloucos pra você!

un dress disse...

das coisas mais lindas e adequadas ao que penso e sinto.

a minha idiotice aumenta a cada dia que passa...

uma idiotice consciente e voluntária!! :)

[ aqui há demasiada gente seriamente infeliz! ai...

:)


abraÇo.beijO

Sig Mundi disse...

Para isso é preciso o exercício do aprender e permitir-se. Quando descobrimos essas "coisinhas" aprendemos como é bom viver! Como diz minha mãe: viva o hoje e mude seus paradigmas!
bjs e abrçs, andrea

Cris disse...

Onde é que assino embaixo? rsrsr
beijão, querida Paulinha.

Juℓi Ribeiro disse...

Paulinha:

Adoro ler as suas postagens!
Você é uma "estrela" de energias positivas (Risos...)
Que contagia a todos com
sua alegria e sabedoria.
Beijo.

Carmim disse...

A infelicidade é daquelas coisas que fazem tão mal para a alma que se deixarmos ela espalha raízes e despedaça-nos... Ser idiota até que é simples, pena que algumas pessoas tenham tanto medo de ser felizes!

Um beijo.

Anne disse...

Exatamenteeeee...por isso que eu dou mta risada de mim mesma (vide posts no espasmos relatando as minhas peripécias...hahaha) e gosto de andar na rua com o celular tocando músicas no fone de ouvido, e sim, eu canto mesmo (não em voz alta, mas canto...se der vontade até faço uns pacinhos...).

De séria já me basta a responsabilidade que a vida adulta traz. Eu gosto é de rir, de me manter leve o máximo de tempo possível, pq sempre tem horas que a gente "pesa" um pouco mais. Mas o rir de si mesmo, das dificuldades, é sempre fundamental.

Bjos, Paulinhaaaa...amo-te. Aparece no msn pra gente tricotar!!!!

Diego Gonçalves Amaral disse...

buenas amiga! eu assino a lista dos que preferem a idiotice a falta de felicidade... algumas vezes me sinto muito melhor quando me acham idiota! É tão bom sentir-se bem!

beijo

Luiz disse...

"rir é o melhor remédio". Quando era pequeno lia uma revista chamada Seleções. Tinha de tudo até uma sessão de piadas que tinha esse título. Rir de si mesmo é uma arte, os ingleses que o digam. beijo