Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

quinta-feira, 20 de março de 2008

Escrever é um não-pertence.

///*------------------*\\\________________________________

Ao som de "That I Would Be Good" - Alanis Morissete


"Que eu esteja numa boa, mesmo quando nada estivesse legal. Que eu seja grandiosa, mesmo não sendo sabe-tudo. Que eu seja amada, mesmo entorpecendo a mim mesma. Que eu esteja numa boa, mesmo se perdesse a sanidade"


___________________________________///*---------------*\\\

Quando se escreve se ilimita a emoção

e se resume num tanto - tudo

e tão pouco do que se pretenda.

Escrever é uma pretensão.

E o que é do leitor não é dele,

tanto quanto não é do escritor.

O pertencer é que é a ficção.

E se há algo para além da linguagem,

coisa que não existe,

no de cada um,

onde não se pode chegar por completo,

mas que o texto puxa, por certo.

Escrever é como viver:

a gente tem o que não tem; e, ainda assim, quer!

E assim vou...

“Vou me seguindo. Elástica. É um tal mistério essa floresta onde sobrevivo para ser. Mas agora acho que vai mesmo. Isto é: vou entrar. Quero dizer: no mistério. Eu mesma misteriosa e dentro do âmago em que me movo nadando, protozoário. Um dia eu disse infantilmente: eu posso tudo. Era a antevisão de poder um dia me largar e cair num abandono de qualquer lei. Elástica. A profunda alegria: o êxtase secreto. Sei como inventar um pensamento. Sinto o alvoroço da novidade. Mas bem sei que o que escrevo é apenas um tom.”

[“Antecipada” - Lispector, Clarice. 1973.]

____________///***\\\____________


[Imagem by "pai"Google]
*
*
*
_____///***\\\________________________________________

UPEDATE:

Memes para todo mundo link ado no Maçã do Topo. Recuso-me no Dia do Blogueiro
fazer seleção de quem quer que seja! Mesmo porque, se eu linko é porque eu acho ótimo, cada qual ao seu estilo de ser excelente. Simples! (:













Gratíssima ao lindão do Oscar!
____
_______________

Feliz Dia do Blogueiro a todos!


Vocês para mim são TODOS excelentes! E lembrem-se:

"Excelência não é para quem quer, é para quem pode. Pode até ser uma idéia universal, mas só permanece com quem está disposto a trabalhar para sua fruição."

_______***________

Beijos idos.

13 comentários:

Paula Calixto disse...

Excelência pede re-passe para eternizar-se.

Escrever,

viver,

ser... Tudo mágica-única compartilhada!!!

____*____

Beijos nim tudo.

paula barros disse...

Escrever e ler para mim são momentos mágicos.
Somos atingidas pelas palavras do outro de formas diversas.
E cada um nos ler diferente.
Muito bom, muito bom mesmo.

(Pensei que ia a Macéio esse final de semana, não deu.)

beijos Boa Semana Santa.

Paulo R Diesel disse...

Feliz dia do blogueiro pra ti também.
Bjs.

Rafael Velasquez disse...

escrever é uma arma aponta para os dois lado, para o leitor e para o autor.


nem sabia que tinha o dia no blog.
beijo!

Rafael Velasquez disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sig Mundi disse...

Paulinha Olá,

Descanso pra mente, corpo e alma. Férias.

Feliz Páscoa e Dia do Blogueiro!

bjs, andrea

Madalena Barranco disse...

Querida Paula, senhorita das sábias maçãs, você acertou na escrita, ou melhor dizendo: sempre acerta! As palavras são uma ponte entre o mundo de dentro com o exterior material... Isso sim é magia!

Puxa, não sabia sobre o dia do blogueiro - porque ando Magdatuga - heheh! Obrigada!

Mas hoje o dia é para desejar feliz Páscoa com a família querida e muitos chocolates na vida. Beijos meus e da turminha do Morango.

Marcelo Martins disse...

Escrever é libertar-se...Simples assim =)

Beijinhos, Paulinha.

Marcelo Martins disse...

Escrever é libertar-se...Simples assim =)

Beijinhos, Paulinha.

Thiago Kuerques disse...

Seu texto ali em cima sobre escrever me inspirou.
Ei, cheguei atrasado até pro dia do blogueiro? Que bonito isso.
Beijos

Juℓi Ribeiro disse...

Paulinha:

Este texto é maravilhoso!
"Escrever é um não-pertence"
Escrever é como viver:
a gente tem o que não tem;
e, ainda assim, quer!

Um beijo no seu coração.

Osc@r Luiz disse...

Hummmmmm...
Todo mundo já disse tudo o que eu diria... :(
Então, Feliz Natal, tá?
Beijos, querida! Muitos!

Diego disse...

amiga Paula... escrever é sublime... a simbologia comunicativa qu emociona e encanta!

feliz dia do bloggueiro [atrasado]

beijo