Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Usando o isso pra dizer aquilo

"Eu somente sou em meus delírios".

reparou o quanto se pode ser?

Isso parece ser uma conclusão.

O destino é [e]feito de sombra. E a sombra é o que se é e não se vê às claras!

Mas não acredito em pré-destinação rotulada.

Eu [des]acredito em muita coisa. Ou pouca.

E sim e não em tudo o nada é [i]mutável, pra mim à volta de volta.

Saber que ali à porta, há coisas que beiram a inventabilidade.

E aquilo que foge ao meu controle de decidir é o que é inevitável.

O não prever não é o que me frustra. Não mais que o não poder evitar.

Tudo o mesmo diferente.

Simples história.

Amargo-doce-vivenciar.

Conciliar.

O livre pensamento é tudo que de ser, de ter, de poder, de viver, de há-mar.

Mais nada.

Talvez em Cheshire todos sejam filosóficos.

Não sei do sentido.

Talvez não faça.

O tudo basta e não cabe.

E aqui o mundo não seja o Tao.

Quem sabe...

*
*
*
"Podia me dizer por favor, qual é o caminho para sair daqui? - Perguntou Alice. - Isso depende muito do lugar para onde você quer ir. - disse o Gato. - Não me importa muito onde... - disse Alice. - Nesse caso não importa por onde você vá. - Disse o Gato. - ...contanto que eu chegue a algum lugar. - acrescentou Alice como explicação. - É claro que isso acontecerá. - Disse o Gato - desde que você ande durante algum tempo."
Alice no País das Maravilhas - Lewis Carroll


*
*
*
[1º trecho aspeado by Lacan.
2º by Gato de Cherishe, "Alice no País das Maravilhas".
Imagens by paiGoogle]
*
*
*
Beijos made in Wonderful!

10 comentários:

Paula Calixto disse...

" 'Visite qualquer um que você queira, os dois são malucos’.
‘Mas eu não quero ficar entre gente maluca’, Alice retrucou.
‘Oh, você não tem saída’, disse o Gato, ‘nós somos todos malucos aqui. Eu sou louco. Você é louca’.
‘Como você sabe que eu sou louca?’, perguntou Alice.
‘Você deve ser’, afirmou o Gato, ‘ou não teria vindo parar aqui.' "

Que em tempo(s)...

eu seja feita de paz.

Beijos nim tudo!

Marianela disse...

que espectaculares fotografias....
hermoso blog...

Whispers in night disse...

Ola linda!
Passando paar deixar mil beijos e desejos de uma semana marvilhosa
whispers

Diego disse...

Nossos limites são "infinitos", logicamente desconhcemos eles, o futuro é projetado [como luz mesmo] pelo presente. Sou cético também em relação a uma porção de coisas. Acredito que mudanças acontecem depois que se olha pra dentro [como vc já havia falado em outro post] e estas são inevitáveis! A imprevisibilidade da vida é o mais simples e o que norteia nossa existência!

bj

Paula Calixto disse...

Marianela, obrigada! Seja sempre bem-vinda, lindeza.(;

Whispers, uma excelente semana pra ti, também! (;

Diego, como disse Álvaro de Campos: "Porque eu amo infinitamente o finito, porque eu desejo 'impossivelmente' o possível, porque eu quero tudo ou um pouco mais se puder, ou até se não puder ser..."
E haja etecétera! [risos]

Beijos, lindezas.

Mário Margaride disse...

Querida amiga,

Como vivemos num mundo louco. Ficaríamos fora de contexto, se não tivéssemos uns laivos de loucura...

Boa semana

Beijinhos...

Anne disse...

Tá bom, tá bom...vou admitir pra não ficar feio...eu dei uma baaaita duma viajada no seu post, delirei em cima de palavras soltas, fiz umas livre-associações descaradas e portanto não sobrou NADA que preste pra comentar...hasuhaushaus. Já te falei que minha cabeça tá dando nó ultimamente? Comentar seus textos faz os meus neurônios suarem, mas hoje eles estão de férias...rsrsrs

Bjokas e me desculpe o vácuo craniano momentâneo...rs

Flavinha disse...

"Podia me dizer por favor, qual é o caminho para sair daqui? - Perguntou Alice.

- Isso depende muito do lugar para onde você quer ir. - disse o Gato.

- Não me importa muito onde... - disse Alice.

- Nesse caso não importa por onde você vá. - Disse o Gato.

- ...contanto que eu chegue a algum lugar. - acrescentou Alice como explicação.

- É claro que isso acontecerá. - Disse o Gato - desde que você ande durante algum tempo."

Há uma Alice e um Gato discutindo ad infinitum aqui dentro de mim. Ainda não sei quem vai ganhar o round atual. Mas espero que a decisão seja boa para mim.

Beijo!

ki-colado disse...

Estamos sempre a deriva de um jeito ou de outros e os outros jamais serão ponto de referência para nos achar-mos. Cabe a cada um encontrar o seu próprio caminho. Quanto a cada um cabe desejar ao outro boa sorte. É esse o caminho cara Paulinha Calixto!

Paula Calixto disse...

Flavinha e ki-colado, amém! Que seja! (;

Beijos, lindezas.