Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

sábado, 9 de junho de 2007

[h]ouve[me]


"Ouve-me, ouve o meu silêncio. O que falo nunca é o que falo e sim outra coisa. Capta essa outra coisa de que na verdade falo porque eu mesma não posso."

(Clarice Lispector)




“ Renda-se como eu me rendi.
Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.
Pergunte, sem querer, a resposta do que estou perguntando.
Não se preocupe em entender,
viver ultrapassa todo o entendimento. “

Clarice Lispector




Sou mutante, embora nunca tenho tocado na banda da Rita Lee. Choro, brinco, brigo, dou boas gargalhadas, fico triste, fico muito feliz, séria, inconstante, ausente, presente, amiga, sou normal ou até mesmo anormal, afinal de contas sou um ser humano, acho!

Não escolho meus amigos e meus amores pela pele ou outra parte qualquer, mas pela pupila.Têm que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
Fico com os que me fazem de louca e santa.
Deles não quero respostas, quero meu avesso.

Escolho meus amigos e meus amores pela cara lavada e pela alma exposta.
Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria: gente que não ri junto não sabe sofrer junto.
Precisam ser todos assim: metade bobeira, metade seriedade.

Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Quero vínculos sérios e livres na presença e na ausência de ser em si, daquelas pessoas que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.

Não quero adultos chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice.
Quero seres em formato de vissitude.
Crianças para que não esqueçam o valor do vento no rosto, e velhos para que nunca tenham pressa.

Quero e procuro nos outros o que em mim há de ser!!!


"...A distância é para o amor
o que o vento é para o fogo:
apaga o fraco
inflama o grande..."



Vede: eu tenho em minha natureza,
em meu natural as ondas.
Eu tenho em mim o
INFINITO
entranhado numa
ironia genética.
[h]ouve[me]
ao som de Lulu Santos...
"Como uma onda no mar"




Porque EU sou, em natureza,

a onda de [a]mar!

E aceito a lida.


[h]ouve[me] mais:


Viver…
Viver é inventar o seu dia.
É exalar pura energia!
Devolver sorrisos.
Acreditar que o bem vence o mal.
Enfeitar o coração com cores!
Conquistar amigos, amores.
Tranformar dor em alegria.
Viver
é correr atrás dos sonhos.
Buscar o entendimento das coisas.
Ser sempre da paz.
Buscar o que te faz bem e aos outros também.
Viver é ser sempre verdadeiro.
É constantemente redescobrir as coisas belas da vida, lembrando que o sorriso é o idioma universal.
Ouvir músicas que acalmem a alma.
Desacelerar e aproveitar o tempo, cada pequeno momento de prazer.
Lembre-se: O final não existe.
Tudo é um eterno recomeço.

Viver é simplesmente ver a vida com o coração.

E É UMA ESCOLHA AMAR A SI MESMA!!!

[h]ouve[me]:
eu não sou o fim!


Beijos de infinito ser

[Texto adaptado de vários
fragmentos meus
e de iluminados.
Fotos by me e de mim.]

17 comentários:

Plugado disse...

postagem cheia de verdades e sensualíssima!!!!!!!!!!!!!!
Descrição em imagem, som e palavras perfeita de vc! Haverá outros q assim se vejam em suas palavras e em seu jogo célebre de misturar-se nesse mix seu e todo especial. Mas vc é única mesmo! Delícia de mulher, no melhor sentido e sem interpretações maliciosas!!!!!!!!! Beijão

Anônimo disse...

Vejo aqui o q nunca vi em lugar algum. E me pergunto - quem é vc?! onde eu nunca te achei?! Q blog lindo e n podia ser diferente visto a dona a autora.
.
.
.
.
bjo

Junior disse...

Ouço sim!

Ao longe e vim.

E o presente quem recebeu fui eu.

=**

Paulo Sempre disse...

Um blogue "carregado" de mensagens cloridas e não só.

Obrigado pela visita.

Beijo
Paulo

Anônimo disse...

És uma onda de mar em cachos dourados e palavras lindas. E de quebra em beleza enebriante.

bjo

ki-colado disse...

Inteligência é usar a sabedoria para poder ser prático.

Elza disse...

Que retalhos lindos!
Ficou realmente bem estuturado!

Juju disse...

Liiiiiiiiiinda!!!!!!!!!!!
Tem outra palavra pra essas imagens e tais palavras?!?!?!

Xero no coração

Anônimo disse...

eh vc mesmo nas fotos?????
rapaz...... tu tem namorado????
encontrei minha musa!!!!!
ou melhor minha maça!!!!!!!

Gi

bjo lá no topo

Anônimo disse...

Paulinha, é o Chico. Lembra? Faz tempo q n nos falamos e passei aq por acaso quando fui deixar um scrap pra vc lá no orkut. Me perdi todo nessa publicação e nesse blog! Putz! É tudo muito mágico aq. Vi q vc n mudou nada! E cada dia mais ousada e mulher. Sempre vi vc como uma pessoinha letrada e esponteneamente elegante. Um anjinho barroco, uma imagem viva de uma pintura renascentista. Lembra disso? Lembra de como nosso saudoso amigo Carlihos te chamava? "A Monalisa anjelicalmente barroca".rs Eu ainda tenho aquele guardanapo q ele te descreveu no London London, lembra? Sempre q vejo uma pintura assim, lembro de vc. Lembro de vc em Monaliza, com aquela maneira q tu tinha de prender as madeixas feito retrato de Monalisa e encantava o povo da faculdade? Putz! Lembrei disso nessa sua segunda foto. O texto tb tá bárbaro e bem esperado vindo de vc. Saudades.....

Bjo
Chico

Pablo disse...

Lindas suas fotos. E muito tocante o texto. Eu to no teu orkut mas n tenho blog pra colocar link.

bjo e parabéns. o blog é todo lindo. fonte de inspiração.

Menina Malvada (Ou Kaka) disse...

Nossa que blog mais lindo!
Tô tão feliz de ter entrado!

Postagem sensual, auto critica, excepcional, detalhista e conveniente! ADOREI!

Amo a Clarice Lispector, adorei os fragmentos...

Ah, ficou perfeito! Parabéns!
Ei, linkei no meu blog ok?!
Beijocas!

João Araújo disse...

Olá,

Gostei muito do seu blog e dos trechos escrtos e citados

Voltarei mais vezes, espero por sua visita ao meu blog

Abraçõs e um ótimo domingo

Pollan disse...

E que completo.

Metade criança pra saber fazer do lúdico o lugar certo.

Crescer dói, não nego.
mas às vezes penso se não seria melhor continuar um por inteiro criança e conseguir não misturar/confundir amor e dor.

Hueber disse...

Viver…
Viver é inventar o seu dia.
É exalar pura energia!
Devolver sorrisos.
Acreditar que o bem vence o mal.
Enfeitar o coração com cores!
Conquistar amigos, amores.

Essa parte tá fantástica. Achei outras lindas,as fotos nem se fala.hehehehehehe

bjoks

Karen disse...

menininha eterna....

xero grande

Mário Margaride disse...

Olá Paula,

Belíssimas imagens!

E uma poema de rara beleza, e sensualidade!

Adorei!

Beijinho