Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

terça-feira, 12 de junho de 2007

Amar! Mas... dum amor que tenha vida.[todos os dias]



"Sempre quis um amor que
que falasse
que soubesse o que sentisse.
Sempre quis um amor que elaborasse
Que quando dormisse
ressonasse confiança

no sopro do sono
e trouxesse beijo

no clarão da amanhecice.

Sempre quis um amor
que coubesse no que me disse.
Sempre quis uma meninice
entre menino e senhor
uma cachorrice

onde tanto pudesse a sem-vergonhice
do macho quanto a sabedoria do sabedor.

Sempre quis um amor cujo
BOM DIA!
morasse na eternidade de encadear os tempos:

passado presente futuro
coisa da mesma embocadura
sabor da mesma golada.

Sempre quis um amor de goleadas
cuja rede complexa
do pano de fundo dos seres
não assustasse.


Sempre quis um amor
que não se incomodasse
quando a poesia da cama me levasse.
Sempre quis um amor
que não se chateasse
diante das diferenças.


Sempre quis um amor
que me coubesse futuro
e me alternasse em menina e adulta
que ora eu fosse o fácil, o sério
e ora um doce mistério
que ora eu fosse medo-asneira
e ora eu fosse brincadeira
ultra-sonografia do furor,
sempre quis um amor
que sem tensa-corrida-de ocorresse.


Sempre quis um amor
que acontecesse
sem esforço
sem medo da inspiração
por ele acabar.

Sempre quis um amor
com definição de quero
sem o lero-lero da falsa sedução.
Sempre quis um amor
que gozasse
e que pouco antes
de chegar a esse céu
se anunciasse.

Sempre quis um amor
que vivesse a felicidade
sem reclamar dele ou disso.
Sempre quis um amor não omisso
e que sua histórias me contasse.
Ah, eu sempre quis um amor que amasse."

[Autor desconhecido]



Casados, solteiros, namorados, tico-tico-no-fubá... VAMOS MAIS É AMAR!!!

Feliz 12 de junho!

Beijos ao meu [mais uma vez...] "coisinha"![risos]


6 comentários:

Menina Malvada (Ou Kaka) disse...

Nossa, que seleção maravilhosa de imagens!

Adorei!

Imagens valem mais que mil palavras mesmo! Muito bom!

Beijocas!

ki-colado disse...

É por essas e outras que discordo de Vinicius de Morais ao mencionar em Soneto da Infedelidade, que o Amor é chama e que seja infinito enquanto dure... É bem pessimista essa visão de que as "coisinhas" BOAS poderiam acabar... Somos apenas o que plantamos.

E amar...
É poder dar...
Sem medo de ser lesado.

Certamente...
O amor platônico...
Vive bem mais em chamas.

Querer é poder...
Desta vida infinita...
Entre as análises querida.

Querida soa falso?
Olhe-me nos olhos sabedoria...
Esconder-me-ei só com minha mágia.



ps. Já colhi no topo maçã bichada.





Ki-colado (smile) between us.

Paula Calixto disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk...

Ao "Ki-colado":
Acontece sim de colher maçã bicahada no topo, nos galhos do meio, no chão, na prateleira do supermercado... e cada um tem sua visão de Amor e seu modo de lidar com isso.
O "meu" "coisinha" é um apelidio carinhoso que temos entre nós dois e não é salutar pra mim citar o nome dele! Entre idas e vindas... só Deus e n´so sabemos o que ocorre.;) E tem tempo esse história, hein?! Que não é NADA de platônica!!!:)
Gostei dos seus conceitos!

E... realmente, a intenção da postagem foi usar mais as imagens que as palavras. Perspicaz a visão de quem percebeu isso!!!

P.S.: As MELHORES maçãs, acredite, continuam no topo da árvore. Mas, se uma pássaro livre e esperto a saboreou antes... Aculpa não é dela e nem de ninguém, mas a colheita de uma fruta é bom que não seja demorada porquê esse os riscos (como este) sempre existem!;)
[risos]

Beijos e continuemos acreditando sim no Amor, mas toda forma de amar é decorrente daquela que se desprende a si mesmo!!!;)

Marcelo disse...

Bora amar porque não existe nada que nos enriqueça mais.
Compartilhar, doar-se, abrir m~~ao de vontades e teimosias em nome de alguém é realmente lindo.
Aprender com quem se ama.
Crescer dia a dia e cada vez mais ser cúmplice e incondicional.
É tudo o que sonho ao lado do meu amor...=)

Beijinhos e grato por suas belas palavras em meu Blog, menininha.

Anônimo disse...

Quanto amor! =)
bjo

Keila Sgobi disse...

Ah, que confortante!
Quando se ama, algumas coisas fazem sentido.

Hoje, compreendo melhor a outra parte do mundo...

Até mais ler...