Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

segunda-feira, 14 de maio de 2007

Há-mar To Be Or Not To Be

Ontem adormeci entre livros e livros. Semana que vem ministro mais uma palestra no Conselho Regional de Psicologia, em minha cidade. O tema é sobre Psicologia Jurídica [Sistema Penitenciário: um desafio contemporâneo].

Estou a reorganizar os materiais que já tenho, pois não acho engrandecedor repetir palestras antigas. A vida exige novidades até nas mesmices!

O tema tem ligação com conceitos muito profundos da personalidade humana. Mas, não vim aqui falar sobre eles; e vim.[risos]

Uma leitura leva a outra em razão de ser, cada uma, todas que se apresentem. A "velha" e "corriqueira" associação livre das palavras estrapola as paredes do consultório. E feliz é quem a isso se permite.

Entre tantos livros didáticos, eis que me vem às mãos um que, há muito, já me apossei de minha mãe. Nem pensava nele, mas lembrei por conta de uma poesia já postada aqui.

Eis que a página abriu em outra! Casualmente [?] ... "Nada acontece por acaso." S. Freud

- Será que Hamlet p
ensava assim? Ou será que assim ele aprendeu por pensar?




Entre feminilidade...

uma forte-doce

maneira de ser





















Procurando



entre retalhos

de letras...















Eis que se apresenta o poeta do amor


S H A K E S P E A R E





TO

BE







OR







NOT

TO

BE










.........
"Ser ou não ser, eis a questão. Acaso

.........
E mais nobre a cerviz curvar aos golpes

.........
Da ultrajosa fortuna, ou já lutando

.........Extenso mar vencer de acerbos males?
.........
Morrer, dormir, não mais. E um sono apenas,

.........
Que as angústias extingue e à carne a herança

.........Da nossa dor eternamente acaba,
.........
Sim, cabe ao homem suspirar por ele.

.........
Morrer, dormir. Dormir? Sonhar, quem sabe?

.........
Ai, eis a dúvida. Ao perpétuo sono,

.........Quando o lodo mortal despido houvermos,
.........
Que sonhos hão de vir? Pesá-lo o cumpre.

.........
Eis a razão que os lutuosos dias

.........Alonga do infortúnio. Quem do tempo

.........Sofrer quisera ultrajes e castigos,
.........
Injúrias da opressão, baldões do orgulho,

.........
Do mal prezado amor choradas mágoas,

.........
Das leis a inércia, dos mandões a afront
a,
.........E o vão desdém que de rasteiras almas
.........O paciente mérito recebe,
.........
Quem se na ponta da despida lâmina

.........Lhe acenara o descanso? Quem ao peso

.........De uma vida de enfados e misérias
.........Quereria gemer, se não sentira

.........Terror de alguma não sabida cousa
.........Que aguarda o homem para lá da morte,
.........
Esse eterno país misterioso

.........Donde um viajor sequer há regressado?

.........Este só pensamento enleia o homem;
.........Este nos leva a suportar as dores
.........Já sabidas de nós, em vez de abrirmos
.........
Caminho aos males que o futuro esconde;

.........E a todos acovarda a consciência.
.........
Assim da reflexão à luz mortiça

.........
A viva cor da decisão desmaia;

.........E o firme, essencial cometimento,
.........
Que esta idéia abalou, desvia o
curso,
.........Perde-se, até de ação perder o nome."


[Tradução extraída de:
Assis, Machado de
"Poesias Completas", cap. Ocidentais 1948]





- Até no medo se acha sensatez, valentia e cura!!!



E UM SALVE À VIDA!


E que suas águas sempre levem
a mares
precisos e imprecisos
porque ser como a água
é ser mutável




Ecoa em mim um desbravar e uma saudadezinha do há-mar![risos]

Beijos

10 comentários:

Sandokan disse...

Esta noite, o luar
é um corpo branco de mulher
no azul do ar,
reclinado,
roçando a fronte do poeta
eternamente dos céus enamorado.

Mas eu sou teu Amigo,
companheiro de
longas caminhadas.
Amigo
que não esquece a estrada,
porque ela é
uma doença romântica,
um assunto do coração,
uma metáfora da vida.
Anda, vem caminhar comigo
indiferente
a esta mais longa e
violenta caminhada,
porque terás sempre
a minha
SOLIDARIEDADE

*

Vem comigo, então, ao
http://lusoprosecontras.blogspot.com

Sandokan disse...

Minha Querida Amiga : Venho agradecer a tua visita ao nosso blogue. Fiquei feliz com a tua presença e aproveito para te deixar esta pequenina mensagem que me ensinaram quando eu tinha 18 anos.
O ESSENCIAL NESTA VIDA É TER ALGO PARA FAZER, ALGO PARA AMAR E ALGO PARA TER ESPERANÇA.

Beijinhos e VOLTA SEMPRE!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Paula Calixto disse...

Obrigada, Sandokan!!!
Concordo plenamente com você!
Por isso me atrevo em desbravar até a obscuridade em mim ou em quem quer que seja. Em tudo pode se encontrar lição e beleza. TUDO! Só entende isto quem aceita conjugar o verbo amar! ;)

Ah... eu tô bem, viu gente?!
kkkkkkkkkkkkkk...

Não tenho tendência suicida.

Acho em "To Be Or Not To Be" justamente um tributo à vida, ao contrário de muita gente que o vê um louvor à morte. ;)

Mas, "tudo" são reflexos, né?

Beijos

Anônimo disse...

Pauliiiiiiiiiiiiiinha! Finalmente achei o cantinho q define bem minha amigona! Te adooooooooro muito minha lindamaravilhosafechosaamiga!huahaha
Cheio de som, de cor, de meiguice e com profundidade. Melhor descrição impossível!!!! Amoreeeeeee temos q nos ver né lindona? Me manda teu novo cel q tu muda feito nem sei muié!huahuahauhuahauahua
Falando em Sahkespear? Uiiiiiii
Abafou! Fechou total! E eu nuca tinha visto a tradução! Belíssima!!

Xêro gatcheeeenha Rui

A.S. disse...

Que nunca te falte razão ao argumento
Que jamais subestimes o pensamento
Que saibas perguntar sempre porquê
Porque a verdede que ás vezes se não vê
Está nos versos hesitantes que nós lemos
e que nem sempre nós mesmos percebemos...

Elenita disse...

Nossa, como eu queria poder ir te ouvir falar... Seria tão bom =)

Adoro seus posts...
Beijos, maçazinha! =**

un dress disse...

nada acontece por acaso.

acredito. sem sombra de dúvida.

gosto deste teu desbravar ecos!!




beijO :)

vanda disse...

Ser ou não ser? Será sempre uma grande questão!!
E nada vida nada é por acaso, existe sempre uma razão!!!

"porque ser como a água
é ser mutável"
Todos somos mutaveis, porque aprendemos e vamos crescendo, vamos mudando!!

BOA SORTE para a palestra!!!
um grande beijinho :)

Links & Sites disse...

L i n k s & S i t e s
Seleção dos melhores Sites do Brasil!
http://www.lksites.com

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Sites do País!!! - Só Sites Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item:
" CANAL 3 " => Blog = Letra M

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.lksites.com/selo

Um abraço,
Dário Dutra
- Webmaster -

http://www.lksites.com/
....................................................................