Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

domingo, 5 de abril de 2009

A necessidade do domínio no universo masculino é uma grande ilusão!

Em resposta a quem de direito.


Se o seu namorado/marido/rolo (ou seja lá o que for) está enveredando por essa armadilha, saiba que você cair nela é de inteira responsabilidade SUA!

Por que estou iniciando com essa frase? Porque homens gostam de exercer o domínio, feito animais que demarcam o seu território. risos... É comum os homens exigirem que suas "amadas" se privem de sair com as amigas, de irem a qualquer lugar que implique em diversão que não seja com eles. E as desculpas são diversas (ah! como são!):

- Acha justo eu estar trabalhando enquanto você está na rua com as amigas?! [Como se você tivesse culpa dele estar no trabalho e não poder sair pra compartilhar da sua folga]

-Acha certo eu estar descansando e minha namorada/esposa estar na praia? Deixe pra ir a praia comigo quando eu puder! [Como se você tivesse a responsabilidade do cansaço dele e subordinasse seu descanso, ou, seu cansaço ao dele]

-Não saia com as amigas porque eu não saio com meus amigos, senão eu saio! [Como se você impusesse a ele não sair com os amigos e só com você]

Ai, os homens....

Aí, vai que acontece o que aconteceu, né amiga? Você fica mal a semana inteira com problemas e, em vez de ligar pra uma amiga pra sair liga pra ele, que é seu amado! Mas, como ele tá cansado e você resolve sair com uma amiga pra desabafar, o terremoto começa. E ele sai no outro dia com os amiguinhos (ah! mas ele tava cansado e não tem tempo porque trabalha muito!risos). E, quando você liga ele te diz que vai passar o fds com uns amigos no níver de um que você NUNCA ouviu falar e bebe o findi inteiro, mas ainda faz escândalo porque você, já que não o viu a semana toda e tá com a cabeça cheia pra ficar em casa, resolve dar uma voltinha com as amigas pra fofocar e espairecer (ah! mas sair com os amigos ele não faz há tanto tempo! tanto quanto você! então, tudo bem.). Você não esquenta e deixa ele se divertir, mas ele se diverte o sábado e o domingo TODO e ainda acha ruim porque você não atendeu o celular porque tava na emergência com enjôou e dor de cabeça (lógico! era mais fácil você tá com raiva porque você não relamou nada de como ele se comportou o fds inteiro, como NUNCA reclamou, néhan?! anham!risos).

O que fazer nessas horas? O que dizer a ele no celular? Simples: diz que aquilo que não se quer que os outros façam com a gente a gente não faz com os outros! Isso resume tudo. Incluindo que você não ficou com raiva por ele ter ido curtir com os amigos, mas o que lhe magoa é ele duvidar (lhe julgar) de você sem saber o que houve, e que ele fez tudo por vingancinha de merda porque, no fundo, não segura a onda de ver você saindo com as amigas quando ele não estiver afim de sair com você e for baladar com os amigos. Resume que ele não precisa se privar de nada mais! Nunca precisou de verdade e você sempre deixou claro (ele precisava se privar só na cabeça dele). Niguém precisa se privar de nada nessa vida!!! Resume que a gente deve fazer o que quer e porque quer, mas que deve assumir a responsabilidade dos nossos atos.

E depois de tudo, lembre-se: que conversa vale, acordo vale. Mas o que não vale NUNCA é se anular!!!

Depois aguarde e veja se ele tem maturidade pra ver que pisou na bola com você e que seja HOMEM pra segurar as conseqüências, porque todo mundo deve assumir o que faz. E isso implica em saber que agir na raiva não anula as ações, as mesmas necessidades que ele tem você tem também!

Se ele fez não pode se importar que você faça! E ele vai ter que conviver com isso. Simples assim.

;)

Beijocas.

P.S.: Se você não é esse tipo de homem, não vai concordar mas não vai se incomodar porque a carapuça não vai servir. risos Simples assim. ;)

3 comentários:

HOMEM (IN) COMUM disse...

Sim...

De fato Paulinha, há homens e homens assim como há mulheres e mulheres.

Boa a sua colocação...

Eu, egoisticamente, achei uma boa definição de mim mesmo na internet.

Um Homem (In) Comum.

Aparentemente você é tão... normal, comum mesmo.
Quem poderia imaginar esta capacidade para seguir vestígios imperceptíveis ou ainda este bom humor no confronto com seus medos?
Um homem que se deixa surpreender
por situações loucas, inusitadas,
não é comum (definitivamente!).
O que lhe define é esta força calma, a naturalidade de quem já
viveu (tantas coisas), e mantém o
coração aberto para tantas outras.
Alguém que segue compondo respostas. Que sabe oferecer seu conforto e proteção. Aquele que, paciente, observa a lua ao meu lado e aceita os sinais que o trouxeram até aqui. Não existem enganos ou resignação neste amor. Há o que nunca pensei existir: maturidade e paixão. Faróis do mundo seus olhos

verdes! Pele, boca, mãos - beijos quentes.

Ps. postado no www.canticodaspalavras.blogspot.com
E a propaganda é a alma do negócio Paulinha. hehe

Diego Gonçalves Amaral disse...

sempre um domina... acho que é regra! difícil é dosar, é dividir-se igualmente!

bjs

jotacarlos disse...

Legal!
Venho lá do nosso amigo aveSSo que se despediu. Chato, né?
E venho através de seu comentário que muito me identifiquei.
Ainda que o assunto em pauta não deixa de ser sobre ciências(ciência humana rsrsrsrs), gostei muito como foi exposto, e resolvido de maneira simples e "fatal".
Um grande abraço
e sucesso sempre.