Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

sábado, 8 de novembro de 2008

Abre-e-fecha.

*
*
*

“Agora, tudo é o que é!
O que tem que ser, será...
Depois só inverno, vem a primavera:
As mudanças, finalmente chegam!”

* * *

Sem muito que dizer... Com muito que fazer...

Esta semana começa a re-forma em meu quarto, precedendo (ou dando início) a série de [dar]formas aos 4 cômodos que ocupo em minha casa. O que não quer dizer que não me espalhe pelos outros. [risos]

É engraçado como o que a gente muda no externo reflete no interno. Ou seria o contrário? Sei lá. A gente meio que cansa da paisagem cotidiana e resolve, de [nada]supetão, transformar. E como a surpresa acompanha todo esse processo!

Não me dava conta do quanto de “tralhas” e “cacarecos” eu guardava no meu quarto, até o chefe de obras me intimar a desocupá-lo por inteiro até domingo, pra segunda começar a metamorfose que, segundo ele, durará 3 semanas. Sei, sei... [risos]

Livros, livros, livros... E mais: livros! Papelada mil. Zilhões de bijus que nem uso mais. Outros trocentos quilos de documentos que nem servem mais (ou servem; ainda não selecionei o que preciso entulhar). Roupas? Nossa-mãededeos!, tem criança que vai ganhar um guarda-roupa quase completo!kkkkkk... Com o regime “amor-engorda” já não me cabem umas tantas peças!

Sempre gostei de arte. E de FAZER arte (em vários sentidos!risos)! Mas, pra que aqueles novecentos zilhões de vinis e de cds pintados esparramados nas paredes do recinto, Senhor?!

Há mais de 15 anos povôu o meu quarto de mim, e hoje começo a pôr em prática algo que já vinha re-formando em mim mesma: “mudança de quadro”. Coisas de adolescente podem até ser significativas, mas só na memória, agora. Tudo vai ficar bem clin, embora um clin-colorido, claro! Porque não há espaço que combine comigo que não tenha cores.

Os móveis vêm depois, que o dindin ainda não veio pela Mega![risos] Mas, já sonho com o que mudar. E cama e estante serão aquisições novas fatídicas.

Um arquiteto, amigo meu, me falou que piso branco e banheiro todo branco é a tendência atual (vou fazer uma suíte). Mas, eu me recuso a acompanhar tendências que não sejam minhas.

Penso num piso mais pro marrom, ou, bege. Banheiro com esse tom e louça bege-clara. Se vou estar na tendência eu não sei. Sei que vai estar tudo de mim pra fora e vice-e-versa. Essa é a intenção, ora!

Resta a cor da parede: azul ou branca? Por enquanto, tá acertado no branco, mas... O “andar da carruagem” dirá. Contudo, a leveza vai ficar por dentro dos móveis e cômodos mesmo. Sem muitos móveis, sem muitas coisas dentro dos móveis, sem muitas “artes” nas paredes (talvez só uns dois quadros, no máximo!) e etecétera e tal.

O meu espaço vai me traduzir, como sempre. Mas, agora, a tradução é outra, de outra Paula, a mesma com outra forma. Sempre avessa a enquadres, a traduções e enquadrada nisso. Porque o meu estilo de ser é mesmo o paradoxal. Já me acho, já me enxergo há tempos.

Por fim, fica a mensagem linda de Manoel Bandeira:

“A maior riqueza do homem é a sua incompletude. Nesse ponto sou abastado. Palavras que me aceitam como sou - eu não aceito. Não agüento ser apenas um sujeito que abre portas, que puxa válvulas, que olha o relógio, que compra pão às seis horas da tarde, que vai lá fora, que aperta o lápis, que vê a uva, etc., etc. Perdoai. Mas eu preciso ser Outros. Eu penso renovar o homem usando borboletas.”


TransFORMAR

FormuLAR

TransFIGURAR

ReFAZER

SusCEDER

InterAGIR

SaIR






[RE]FORMAR!


No silêncio-alto e ensurdecedor-calmo de Lauryn Hill, em “Everything is everything”:







________________________***____________________

[Trecho-cabeçalho, aspeado e em itálico: parte traduzida da música-vídeo.

Vídeo by "tio"Youtube.

Imagem by "pai"Google.]

*

*

*

Beijos mutabilizados.

7 comentários:

Paula Calixto disse...

[...]

________________________

Beijos nim tudo.

ki-colado disse...

É Paulinha...

Depois de todos esses longos anos que venho fazendo comentário no Maçã do Topo, percebo que quando você quer escrever realmente escreve...

E lendo-te atentamente lembrei que todo ser humano tem uma coisa que Deus não tem, que é a ESPERANÇA. Deus não tem esperança, e se você quiser ser Deus Paulinha perca a sua esperança. Mas, deve ser chato não ter esperança e acredito que você vai preferir continuar sendo o que é... (sorriso)

Cumprimentos.
(smile)

Madalena Barranco disse...

Ah, dona maçãzinha,

Transformar a casa é tudo de bom!! Ainda mais quando o clean tem toques de vida & cor. Aproveite essa fase, que faz bem ao coração.

Beijos da moranguinha.

Mila disse...

Tb estou mudando o quarto!!!
Vc ja sabe... mas ainda espero o armário que vai tirar os livros das paredes (que estão na sala e com mamis em panico)... e ainda sem entender o tal laranja diferente igual... hehehehe
Não decidi mudar nada... mas as coisas estão mudando... será que cá dentro é tb assim???
hehehehe
Saudades
Mila

CRIS disse...

Oi, Paulinha...

Reforma , decoração , cores é minha praia, não é??rsrsr..Você conhece a cor F100? Hoje é a "coqueluche" dos arquitetos. Ela é o crú , a cor do barbante...Procure e veja se gosta.

Beijão e desculpa a invasão. Foi irresistível o palpite.

Beijão, querida .

[ rod ] disse...

Depois de um tempo longe dos blogs vim te convidar:


Venha conferir o início de tudo.

Venha sentir o gosto dos meus...

Traga também os seus.

O antigo blog O AveSSo dA ViDa agora se chama dogMas.


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Paula Calixto disse...

Ah!, Cris... EU estava a espera da sua "invasão" mesmo![risos] ~Me senti inibida de te perguntar álgo lá no teu blogue e esperei você vir aqui palpitar. kkkkk... Vou procurar essa cor, sim! Para as paredes e para o piso, então. Mas, o piso, eu ainda estou com um meio salmão e bege em mente. Mas... Deixa ver! ;)

Aos que aqui já vieram: gratíssima pelos coments!!! Eu quero trocas e palpites mesmo!

E, Rod... É sempre um retorno o andar da Vida. ;)

Beijos nim tudo.