Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Relicário de mesmice.



Às vezes as pessoas indubitavelmente me cansam em suas repetições-diferentes de uma mesma versão de ser. Não há problema nelas que seja visto, não por elas ou outros. O problema deve ser comigo. É que, às vezes, eu queria fazer como ingenuamente os suicidas fazem se matando achando que estão exterminando o problema e, matar simbolicamente todas as pessoas, exterminar sentimentos, virar robô, ter meu próprio coração vazio, somente vazio. Óbvio que muitos dirão opiniões que relutem a esta, mas, não é irônico? Até isto é previsível!!!

Pois repito sem o menor tom de amargura, porque se há isso é de uma percepção só sua: a minha caixinha de surpresas-repetidas com os outros encheu, virou lata-de-lixo. Vou ver se reciclo e crio outra pra guardar só o que merecer, mas de verdade é que eu não entendo de um modo muito entendido o que as pessoas são e buscam e isso me cansa feito maratonista sem rumo, entende?

Como é difícil conviver com a inevitável mesmice humana! Saco!

___________________***_________________


[Imagem by "pai"Google]

Beijos.

13 comentários:

Paula Calixto disse...

Se eu pareço amarga, tem nada não. Cerveja doce não é preferência da maioria. (;

[risos]

___________________

Beijos nim tudo.

Lena Bahirah disse...

engraçado...

(é que esse texto não parece você)

Tatá disse...

Infelizmente isso é inevitável.
Amo o seu jeito de escrever, é incrível como saio daqui reabastecida e revigorada.
Vejo isso como um desabafo, às vezes nos faz bem dizer certas coisas que ficam engasgadas.

Beijos

Ricardo Rayol disse...

abaixo a mesmice, mesmo.

ROBSON disse...

NOSSA VC AGORA ME PEGOU!RS,A MESMICE REALMENTE É UM SACO MAIS O QUE DIZER QUANDO SEU MELHOR AMIGO É UMA PESSOA CHEIA DE MESMICES,OU SEJA,MUITAS VEZES SE PEGA FALANDO NO MESMO ASSUNTO ACHANDOQ QUE ESTA CONTANDO ALGO INEDITO,FAZENDO DISSO ALGO REPETITIVO.DAS DUAS UMA OU A CRIATURA TEM MEMORIA FALHA OU É O JEITO DELA E ACABOU.BJOS!

CRIS disse...

Oi, linda...

Entre as mesmices , as pérolas. Sempre será assim. Pra você deve ser muito pior conviver com as chatices humanas, mas vá lá.

ósculos , pra ser diferente.

Luiz disse...

oi Paulinha, quanto tempo não ando por aqui ! Estava nas estradas da vida...easy rider.

É mesmo, dificil conviver com a mesmice ! Principalmente, quando se é inteligente como você.

Devo tirar mais uns dias de ferias ainda nesse ano (acho que é setembro ou outubro). Serão férias planejadas. Vou ver se ando por Maceio. beijo e saudade

ki-colado disse...

Ossos do ofício... né, Paulinha? rs

paula barros disse...

Nós nos repetimos em buscar de nos resolvermos. Não é assim?
Agora o problema é conviver, e quando a nossa caixinha de paciência não nos suporta e nem suporta o outro.
Já estive assim, já estive pior que isso, estou só um pouco melhor.
beijos

Mila disse...

Paulinha!!!!
Que saudades!!!!!
Quanto tempo e que imagem linda... acho que estou assim... dentro da minha conchinha... esperando sei la o que chegar... hehehehe
Beijos Mila

Junkie careta disse...

Dr. Junkie Careta prescreve,antídotos para mesmice:Boa música, literatura, cinema, poesia, namoro,oração, um pouco de solidão, viajar, teatro, sair da linha, amar e dar vexame.

Tô com um jornal, digo,post novo falando da história que há por trás de cada música. Vá lá quando tiver um tempo, pra sair do tédio.

Grande abraço

Ácido Cloridrix HCL disse...

Olá, tudo bem??? Desculpe a usurpação do espaço, mas gostaria de te convidar a participar no nosso pequeno inquérito,,,, talvez te interesse,,, Estarás de acordo com o casamento ou adopção entre homossexuais??? Agradecemos a tua opinião, se a quiseres dar em: http://sexohumorprazer.blogspot.com/2008/07/inqurito-de-opinio-casamento-entre.html . Agradecimentos antecipados, HCL

Olivia disse...

Mas, "um céu que nunca muda é um céu que não se enxerga", ou não?