Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Ninguém precisa de um estranho lhe dando uma doença social.

Como diria Hesse:

"Se você odeia alguém, é porque odeia alguma coisa nele que faz parte de você. O que não faz parte de nós não nos perturba."

Todos os dias a escuta ensina a fala. Porque escutar o Outro é não só ouvir, mas como esse ouvir é em nós.

A gente tem é que aceitar a si mesmo!!! E o Outro que sI-entenda se puder. Eu escolho não me incomodar mais com sandices alheias, simplesmente. Porque se você começa a entrar no jogo da neurose alheia, quem pira é você. Quando, na verdade, a piração do Outro nem é com você mesmo. E é uma questão, AGORA, de escolha: ou você escolhe aceitar fazer o papel do personagem que te deram de "a mãe má", "o pai perverso", "a professora cruel" etc. na vida afora, extra-setting... Ou você escolhe SER VOCÊ MESMO e devolver o que dos Outros é.

Porque tem uma hora que você precisa escolher parar de aceitar as doenças sociais alheias. (;

___________

________________

* Ninguém te falou *
* Como viver sua vida *

* Mas é um conforto quando se sentir descontente *











* Este mundo não é tão gentil *
* Pessoas apanham sua mente *

* É tão duro achar *
* Alguém para admirar *




* Eu… eu durmo bem melhor à noite
Eu sinto mais próxima da Luz
Agora eu vou tentar
Melhorar minha vida *

*

*

Eu tive tantas vidas
Desde que eu era uma criança
E eu percebo
Quantas vezes morri *
Eu não sou aquele tipo de pessoa
*Às vezes eu sou tímida*
Eu penso que eu posso voar
*Mais próxima do céu*


**Não é bom quando você é mal-interpretado
Mas por que eu deveria me preocupar
Com aquilo que o mundo pensa
de mim?*

***Não vou permitir que um estranho
Me dê uma doença social***



Ninguém, ninguém, ninguém

*
Ninguém me conhece

*
Ninguém me conhece


***Ninguém me conhece***

*
*
*


*
*
Não vou permitir que um estranho
Me dê uma doença social


*
*

***
Não quero mentiras
Não assisto TV
Não perco meu tempo
Não vou ler revistas
***
___________
___

Dela
, num remix de Vida:




_________________***_______________

[Imagens by arquivo pessoal:
praia do Pontal da Barra, Maceió - AL]
*
*
*
Beijos in sanos.

12 comentários:

Paula Calixto disse...

EU me conhecer é

um infinto

que basta!

Dont want a social disease.

And you?!

_____________

Beijos nim tudo.

un dress disse...

sê tu só.

.de ti








abraÇo.beijO

Paulo R Diesel disse...

Que coragem Paula.

Nosso mundo está tão cheio de hipocrisias.

Bj.

tita coelho disse...

ai Paula,
este teu post arrasou mulher!
Se entrarmos nas neuroses dos outros surtamos...rsrsrsrs eu que o diga!
Tá lindo esse post com tuas fotos, ótimas sequencias!
beijos

ki-colado disse...

Você anda muito "gata" heinnn Paulinha?

paula barros disse...

Querida

Há um bom tempo ando assim, nada das neuroses do outro, não entrar no jogo do outro. Já me basta, os meus problemas reais, os que crio, os que tento conhecer.
Sabemos que não é fácil. Mas é possível.
Tudo lindo, inclusive as fotos.

(está quase certo ir a Macéio dia 19/04)
beijos

SONHO disse...

Desculpa a invasão
Mas não pude resistir
Amei teu comentario no blog da Whispers
Foi demais

Bom final de semana

Beijos

lccm disse...

linda, inteligente, joga com as palavras e marca ponto. Reflexões de tua imagem em teu texto...beijo

Paula Calixto disse...

Vocês são uns amores mesmo! (((:

E pra quem não sabe ou não atinou, o segundo texto colorido e em itálico, como dito, é Dela: Madonna, em "Nobody Knows Me". Do cd anterior ao "Confessions". EU que peguei emprestado porque sou atrevida! kkkkkkkkkkkk...

Quem disse que a mulher não produz metáfora, hein?!

Open your mind!!! (;

[risos]

Beijos, lindezas.

Luiz disse...

Aquela é uma estória real que se passou com o Mia. Tive a felicidade de conhecê-lo ao José Agualusa na última Flip (podendo vir na próxima, não perca). Na verdade, gosto mais das frases dele do que dos seus livros. Ele tem uma enorme facilidade para montar frases de efeito literário. beijo

Mário Margaride disse...

Querida Paula,

És uma pessoa excepcional! Consegues tansmitir de uma forma singular, o que está dentro de ti.

Gostei muito deste texto!

PS: obrigado pelo aviso do virus.

Beijão grande!

Mário

Diego disse...

então o que preovamos nos outros são coisas que não reconhecemos em nós mesmos?

bueno, concordo... inclusive acho que para nos aceitarmos temos que transpor bloqueios da nossa cabeça e que por influência do convívio acabamos incorporando... detesto as convenções hipócritas da sociedade!

agora a sra. poderia me explicar o pq do seu sumiço? [tom de brincadeira, por favor!]

beijo