Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Plenitude



A realidade lida com lidar. Lidar com o real que faz o nada e deste brota. O algo é fruto dum não sei o que, mas que nasce e fenece. E este fenecer é nascer. Nascer é uma ilusão. E a fantasia é o alimento do que não se [quer, pode] ver. Feito grama, grama no chão, eu quero e talvez já seja. Parecendo um veludo verde numa base com cheiro de dilúvio e um florescer de margaridas, as eternas companhias do verde com seu núcleo amarelo envolto de áurea branca, dum perfume suave que até os olhos sentem.


Grama em gama
de sentir um findar de todas essas coisas calmamente perturbadoras que me desassossegam, que me revelam que a linha não está tão reta quanto imagino.

E sob o eu-capim um céu azul, sem nuvens do jeito que não gosto, porque eu me aprazo com o desvelar e as nuvens escondem o que mais almejo: o universo. Eu, na verdade, detesto o que não é parcialmente encoberto. Por isso, a terra de céu limpo me inconforma por estar tudo nos conformes e por ser, de um outro modo, o que eu cobiço.

O que eu cobiço não faz sentido, portanto. Porque essa vida “nos conformes” paralisa e eu quero é que eu possa ser o que não cobiço, já que não posso ser num tudo sem vento, sem cabelos despenteados e saias avoadas pra passar vergonha nas meninas pudicas. Porque só assim a terra não vai ser intrêmula e nem um complô sem precedentes. E o mundo-surto vai ser normal. O que não desejo!

E feito grama verde eu me transformarei naquela árvore de mil metros, em que dez ou mais pessoas tentam abraçar e não conseguem. Sem que o vento forte que tenta me atingir me derrube porque minhas raízes já são nesse real fundas e no irreal “dos conformes” serão inalcançáveis e eu farei pouco do vento.

E vou folhear risos, sem misericórdia, como sempre rio, da conformação inconformada das pessoas que um dia virarão estrumes e se esquecem disso. E no seu delírio de fantasiar o que não é real, perturbam as outras pra fugir da sua desventura.

No tudo disso o ISSO eu já sou! Porque plenitude só há em quem tem ciência da co-existência de céu e inferno, convivendo em ambos e ambos sendo. E assim, ao mundo, aos outros sobre[vi]vendo.

*

*

*

[Texto meu adaptado de outro,
que colhi da blofosfera,
mas nunca consegui descobrir
a autoria.
Imagem by "pai"Google]

*

*

*

Beijos plenos!

12 comentários:

Paula Calixto disse...

Não é não-paz!

É o contrário.

Pleno em tudo de.

Beijos nim tudo.

Erika disse...

Lindonaaaaa.. desejo a vc e toda a sua familia um Natal abençoado e um Ano Novo iluminado.

Mondibeijos prá vc.

www.oncoto.erikamurari.com.br

Vanda disse...

Natal pode ser todos os dias!!!

Neste solstício de Inverno, a luz mais uma vez vence a noite, neste tempo de balanço interior e de esperança. Em que as tradições ganham peso assim como as crenças…eu acredito que os seres humanos podem ser bondosos todos os dias e não apenas numa noite!

Aqueles que me dão a honra de partilhar das suas vidas, aqueles em que as palavras têm outra dimensão, aqueles que me ajudam a viver, sabem com toda a certeza que desejo que encontrem o caminho da plenitude, que encontrem um pedaço da felicidade em cada dia…
Por tudo isso, não quero simplesmente desejar-vos um feliz natal, mas sim, uma vida completa!

Um grande beijinho
Vanda Pereira

"Se"
Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na luta por um bem definitivo
Em que as coisas de amor se eternizassem.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Jasmim disse...

feliz Natal e obrigada pelas doces palavras.
Bjos

Madalena Barranco disse...

Paula, a maçãzinha é plena nasce de árvore sábia, assim como suas palavras que pintam o universo além das nuvens. Assim é o Verão: claro e repleto de luz. Um dia fomos capim adocicado, outro, árvore secular e agora... Dizemos que somos humanos. Beijos, com carinho e muito obrigada pela mensagem de Natal!

Régis disse...

Mais um Natal, nesta ilusão humana chamada tempo. A impermanência e a entropia dominam o universo onde nada para e nada é estável. Tudo se movimenta e transforma.
Bom, depois de tanta queima de fosfato o que eu quero mesmo é te desejar felicidades - "sempre" - seja lá o que isso for! ;-)

Abraço.

elvira carvalho disse...

Muito bonito.
UM ABRAÇO, UM SANTO NATAL, E QUE 2008 SEJA A CONCRETIZAÇÃO DOS SEUS SONHOS

Renata Emy disse...

Paula,

Desejo a você e sua família um Feliz Natal e um Prospero Ano Novo!

Beijão

Diego disse...

Um Feliz Natal repleto de saúde e paz!

Abraço

*depois comento direito... to na corrida! saúde para seu pai tb! bjs

Osc@r Luiz disse...

Não me importa o seu idioma, ou onde você está. O meu desejo é o mesmo:

Alemanha: Fröhliche Weihnachten

Bélgica: Zalige Kertfeest

Brasil: Feliz Natal

Bulgária: Tchestito Rojdestvo Hristovo, Tchestita Koleda

Catalão: Bon Nadal

China: Sheng Tan Kuai Loh (mandarín) Gun Tso Sun Tan'Gung Haw Sun (cantonés)

Coréia: Sung Tan Chuk Ha

Croácia: Sretan Bozic

Dinamarca: Glaedelig Jul

Eslovênia: Srecen Bozic

Hispanoamérica: Felices Pascuas, Feliz Navidad

Estados Unidos da América: Merry Christmas

Hebraico: Mo'adim Lesimkha

Inglaterra: Happy Christmas

Finlândia: Hauskaa Joulua

França: Joyeux Noel

País de Gales: Nadolig Llawen

Galego (na Galicia): Bo Nada

Grécia: Eftihismena Christougenna

Irlanda: Nodlig mhaith chugnat

Itália: Buon Natale

Nova Zelândia em Maorí: Meri Kirihimete

México: Feliz Navidad

Holanda: Hartelijke Kerstroeten

Noruega: Gledelig Jul

Polônia: Boze Narodzenie

Portugal: Boas Festas

Romênia: Sarbatori vesele

Rússia: Hristos Razdajetsja

Sérvia: Hristos se rodi

Suécia: God Jul

Tailândia: Sawadee Pee mai

Turquia: Noeliniz Ve Yeni Yiliniz Kutlu Olsun

Ucrânia: Srozhdestvom Kristovym

Vietnã: Chung Mung Giang Sinh

E que 2008 seja o ano das suas realizações!

São os votos do "By Oscar Luiz", do "Flainando na Web" e do "Gente Sem Saúde".

Um grande beijo deste amigo que ganhou o presente de Natal antecipado: conhecer você!
Obrigado pelo seu carinho!

un dress disse...

NAS












CER









de sangue ar musgo vento e água




:) beijO

Anônimo disse...

necessario verificar:)