Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

[com]Fraternizar

Essa pode ser minha última publicação deste ano de 2007.

Como foi meu 2007? Como foi seu 2007?

Bem, o meu foi cheio de transformações. Incluindo aí perdas, descartes, conquistas, re-conquistas. Mas não se pode dizer que foi um ano completo, excelente, pleno para mim. Mas, será que algum seria ou será?! Acredito que não. Não enquanto eu for do jeito que sou! (;

E nesse meu jeitinho meio "louco" de ser (numa "loucura beleza" no drugs), tudo que me veio de presente inclui até as perdas e os descartes.

Perder é morrer. Morrer algo importante que leva o significante disto em nós junto. E quando as "coisas" morrem elas se tornam mais vivas ainda. Até o próximo passo, que não é o esquecimento, mas a transformação de.

O descarte é o jogar no lixo aquilo que não mais nos interessa, não mais nos é útil e benéfico. Às vezes, é difícil enxergar isso. Mas, quando se enxerga: bey, bey, baby! [risos]

Tive experiências maravilhosas, como voltar a sala de aula, tanto quanto aluna quanto como docente. Voltei a análise e acompanhei o retorno tanto quanto o progredir de pacientes.

No âmbito pessoal me envolvi com homens que merecem minha consideração e respeito. E não foi uma pena não ter dado certo porque deu! O dar certo é ser bom enquanto for. E o findar veio, como vem sempre de um jeito ou de outro. Não há mágoas e nem remorso.

Ganhei o presente de conhecer o pensar de pessoas lindas através desse universo bloguístico!!! Uma experiência que começou comigo mesma e que foi e vai se construindo no que chamo (meu blog: o Maçã do Topo) de meu "ego-virtual". Segredinho: este blog tinha o nome primeiro de "A Sinner and a Saint", inspirado na música "Like it or Not", da Madonna. Mas tinha a inspiração do pensamento de Machado de Assis sobre as mulheres-maçãs que ficou deslocada. Daí a mudança no nome e o toque da origem na discrição do espaço.

"As Melhores Mulheres São Como Maçãs do Topo e Pertencem Aos Homens Mais Atrevidos" Mulheres são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo. Mas são fáceis de se conseguir. Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, eles estão errados... Elas têm que esperar um pouco para o homem certo chegar. Aquele que é valente bastate para escalar até o topo da árvore. [Machado de Assis]

E como diz a Diva:

Like It Or Not

Madonna

Composição: Madonna, Christian Karlsson, Pontus Winberg e Henrik Jonback (aka Bloodshy & Avant)

Você pode me chamar de pecadora E pode me chamar de santa Celebre me por quem eu sou Desgoste por quem eu não sou Me coloque num pedestal Ou jogue me na lama Paus e pedras quebrarão meus ossos Mas seus rótulos nunca irão me magoar Eu serei o jardim e você a serpente Todos os meus frutos são seu, pode pegar Melhor o inimigo conhecido Seu amor por mim irá crescer Porque Essa é quem eu sou Você pode gostar ou não Você pode me amar ou me deixar Porque eu nunca vou parar, não não Cleópatra tinha seu jeito Matahari também Se elas foram boas ou más Isso é com você A vida é um paradoxo E não tem/faz muito sentido Pode ser filmada sem autorização? Por favor não fique ofendido Não deixe a uva estragar sob a videira Encha um copo e brindemos o vinho Melhor o inimigo conhecido Seu amor por mim irá crescer Porque Essa é quem eu sou Você pode gostar ou não Você pode me amar ou me deixar Porque eu nunca vou parar, não não, você sabe Essa é quem eu sou Você pode gostar ou não Você pode me amar ou partir Porque eu nunca vou parar, não não, você sabe Não não, você sabe Não não, você sabe Não não, você sabe Não não, você sabe Eu serei o jardim e você a serpente Todos os meus frutos são seu, pode pegar Melhor o inimigo conhecido Seu amor por mim irá crescer Porque Essa é quem eu sou Você pode gostar ou não Você pode me amar ou me deixar Porque eu nunca vou mudar, não não, você sabe Essa é quem eu sou Você pode gostar ou não Você pode me amar ou partir Porque eu nunca vou mudar, não não, você sabe

*
*
*
Mas, a TODOS eu deixo a seguinte mensagem de fim de ano e [re]início do próximo (2008):

Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor de arco-íris,
ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido, talvez ou sem sentido).
Para você ganhar um ano não apenas pintado de novo,
remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
Novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
Novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia, se ama,
se compreende, se trabalha,
Você não precisa beber champagne ou qualquer outra birita, não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens? passa telegrama?)
Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta,
Não precisa chorar de arrependido pelas besteiras consumadas nem parvamente acreditar que por decreto da esperança a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano novo que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo!
Eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.

Carlos Drummond de Andrade
*
*
*
2008 Beijos a TODOS!!! (((:

10 comentários:

Paula Calixto disse...

Pés no chão,

Cabeça nas nuvens

e

Coração na poesia.

[Paula Calixto]

E-T-E-R-N-A-M-E-N-T-E ! ! !

Beijos nim tudo. (;

elvira carvalho disse...

O que é que eu posso dizer depois do seu monólogo, do Machado de Assis e de Drumond de Andrade? Coitadinha de mim pedacinho de nada. Então apenas que 2008 seja a concretização dos seus sonhos.
E bom fim de semana.
Um abraço

Madalena Barranco disse...

Ah, Paula, eu não conhecia o sábio texto de Machado de Assis!! Feliz ano novo dona Maçãzinha e que seus desejos se realizem em 2008 (um de cada vez)!Beijos.

CresceNet disse...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passada lá no meu site, que é sobre o CresceNet, espero que goste. O endereço dele é http://www.provedorcrescenet.com . Um abraço.

Régis disse...

Legal as tuas posturas que fogem do "senso-comum" que a maioria, ainda, das mulheres tem a respeito de sí mesmas. Tu tem razão, NADA na vida é desperdício de tempo ou energia, o que muitas vezes nos falta é SABEDORIA para entender o que houve e tudo que daí decorre.

Bom ano "NOVO"!

Sig Mundi disse...

Um 2008 repleto de emoções, porque sem elas a vida fica meio sem graça! rsrs
bjs, andrea

Paula Calixto disse...

A M O R é a razão de tudo!!!

Amor-próprio, Amor pelos outros, AMOR, AMOR, AMOR!!!

AMOR É A RAZÃO DE 2008!!!

Assim seja.

Amém.

Beijos infinitamente expandidos de AMOR!!! (:

Flavinha disse...

Feliz Ano Novo, moça!!

Ó, tô de blog novo: http://sabe-de-uma-coisa.blogspot.com, depois corrija direitinho seu link ,pois o blog antigo não existe mais, embora eu tenha carregado toda a vizinhança comigo (rsrs)...

Beijo!

Diego disse...

o importante é manter a mente aberta a espinha ereta e o coração tranquilo! como foi a passagem de ano? novidades sobre seu pai?

bj

Anja da Lua disse...

Perfeito!!! Perfeição!!!
É só o que posso dizer sobre o que escreveu. Amei!
Nunca li uma coisa em tão boa hora como agora, precisava dessas palavras pra recuperar e dar um impulso na coragem que estava adormecida.
Sua retrospectiva caiu como uma luva para as perdas que tive esse ano, algumas lamentáveis, outras irreparáveis e outras, sem nenhuma importancia!
O importante é ser livre e mais nada, daqui pra frente tudo vai ser diferente...!
Beijos, beijos, beijos