Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Neurose de mim mesma

“Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada... Porque no fundo a gente não está querendo alterar as coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro..."

[C. Lispector]


Portanto, não precisa se preocupar. Isso não é com você! E eu também não estou em tpm, tá? O caso é que...

Não faço parte dos padrões deste mundo, deve ser!!!

A Vida é estranha. Pois, todas as coisas impossíveis (ou quase todas) já me aconteceram! Eu já tive momentos do que chamam de azar e de sorte. Sempre tive a impressão de que o que me acontece de ruim, poderia ser pior. E isso não me faz mal. -me um ar de proteção.

Mas eu não me conformo em como as pessoas podem ser tão vazias, maldosas. Mesmo compreendendo-as. Vejo-me movida por sentimentos de tristeza ao ver uma pessoa passando fome, um animal maltratado, uma criança abandonada etc. Entendo o porquê, mas, acho uma pena como as pessoas estão cada vez mais frias e indispostas a desarmar o espírito.

Mas, acho natural determinadas catástrofes, acredita?! Até eu me pôr no lugar das pessoas. Daí há dois parâmetros derivados dessa minha mente viajatória: ou eu acho natural (pra não usar o bom) porque seria melhor a sofrer em cima de uma cama, caso essa fosse a outra opção de Deus para o meu destino, morrer rápido em uma catástrofe; ou seria pior se fosse com um parente. Não! Tudo seria melhor mesmo. E, sim: eu penso na morte até da bezerra doida (se é que existe isso!)!

Eu fico sem assunto com determinadas pessoas. Algumas, só sabem falar de coisas superficiais, outras tentam ser profundas demais e há aquelas – as piores – que agem de uma forma ou de outra comigo, sem eu ter dado permissão explícita para tal. São as chamadas no sense. E nessas horas não adianta olhar pra frase que adquiri quando me formei em psicologia: isso não é comigo.

Eu tenho um medo do rumo que este mundo pode estar tomando, tanto quanto, ele me causa uma estranheza estranha!

E na tv, na net, no rádio... as coisas parecem não fazer sentido pra quem emite a notícia. Falta a indignação no excesso de imparcialidade que é quebrado com os tablóides – virtuais ou não – de fofocas. E eu não quero ser um robozinho programado pela mídia.

Vai ver que é tudo “tchipo ansseim":

"A maior parte das coisas que importam na nossa vida acontece na nossa ausência" [Rushdie, Salman]

Ou, ainda...














"O mundo, às vezes, fica-me tão insignificativo
Como um filme que houvesse perdido de repente o som.
Vejo homens, mulheres: peixes abrindo a boca num aquário.
Ou multidões: macacos pula-pulando nas arquibancadas dos estádios...
Mas o mais triste é a tristeza toda colorida dos carnavais
Como a maquilagem das velhas prostitutas fazendo trottoir.
Às vezes eu penso que um dia já fui um rei, imóvel no seu palanque,
Obrigado a ficar olhando
Intermináveis desfiles, torneios, procissões, tudo isso...
Oh! Decididamente meu reino não é deste mundo!
E nem do outro..."

[Mário Quintana]

.

[Fotos by paiGoogle]

.

Beijos

P.S.: Caso estranhe a data retroativa, é por conta na mudança que fiz no fuso horário que estava de outro estado (onde cai o tal horário-de-verão). (;

18 comentários:

Paula Calixto disse...

E amanhã é dia de análise!!!

risos

Sem previsão...

Beijos nim tudo!

Diego disse...

maldito ácido alheio que nos deixam tão acabrunhados, tão passivos e temerozos do um futuro e de nós mesmos!

Diego disse...

achei tri o aviso do pomar huahuahuahuaua... muito massa, mas nem precisava explicar tanto... afinal a casa é sua!

Erika disse...

"Eu tenho um medo do rumo que este mundo pode estar tomando, tanto quanto, ele me causa uma estranheza estranha!"

EU TBM!!!!!!!!!!!!!!!!

Viva Clarice e Quintana.

Beijo

Jana disse...

Sabe, o mais complicado de escrever é a interpretação que fazem de nós...

beijos

Rafael Velasquez disse...

é por isso que... deixa pra lá: isso é comigo. hehehe...


beijo.

Paula Calixto disse...

Diego: É, né?... Só que é provisório. (; Depois tiro e/ou faço outras modificações. Até aqui as coisas se refletem!

Erika: Maçãs e Atrevidos-valentes a gente nunca esquece, né? São UM tudo!!!

Jana: Por isso, vou adaptar melhor sendo mais direta inda a dizer que o leitor não analise o texto e sim, analise o que ele provoca ou não nele próprio. (;

PoiZé!

Beijos pessoas lindas!

Paula Calixto disse...

Rafa: Na verdade, é com minha "síndrome de abstinência tabagística"!!! (;

Fase difícil, mas de muitos insight's! Santa análise... eu recomendo! (;

Beijos mais.

ki-colado disse...

Vejo que as suas análises estão surtindo o efeito desejado. Pensando bem, eu também nasci para ser rei e cansei de ficar no palanque vendo bobagens. Agora, quero apenas me casar com a minha rainha baianinha, e cair fora dessa neurose coletiva fugindo o mais rápido possivel para uma linda ilha deserta onde através da camera digital farei uma mini-montagem do filme a lagoa azul para inserir no Youtube futuramente, quando me cansar de beber água de coco, comendo peixe assado na brasa pescado na hora. E fazer amor na areia certamente... [risos]

€aµ disse...

ô Dona Paula...
Já nem sei se sou maçã, atrevida o quê.. risosss
Mas vim agradecer as visitas... sei que tem olhado meu Mar mesmo na minha ausência.
Voltando dessa viagem insólita e amarrando o barquinho novamente. Tô por aqui.

Beijocas

Anônimo disse...

pow....quando eu venho aq vc num tah.... ejah abro o pc e vejo n wallpaper,miuda......"A vida é um eco.
Se você não está gostando do que está recebendo,
observe o que está emitindo"
q legal........e vc neh da familia n,neh? soh tem genti normal nessa famyli, baby!hehehehehe.....
+tarde te ligo....bjos......
NANDO

Késia Maximiano disse...

"não eh a vida como está e sim as coisas como sao"..

lembrei disso ao ler o teu post...
bjão

Paula Calixto disse...

PiZé, €aµ! Quem manda ter um blog bom e cheio de incrementos interessantes de poesia, literatura etc!!! Agora aguenta as visitas! kkkkkk... Fico vagando a deriva lá no "Mar...". (:

Késia: É por aí pra mim, também. (;

Ki-colado: Na estréia, me arruma um ingresso vip! (: [risos]

Nando: Já falei com você. Vem na minha casa e ainda bisbilhota! Na sua você não entra no meu blog, né? Sei... [risos] Tá combinado, primo. (;

Beijos em todos!

Diego disse...

insight... é o objetivo da gestalt ... pelo menos quando aplicada na aprendizagem! Estudei gestalt esse semestre e me apaixonei pelo assunto... gestalt é muito o belo, a proximidade a similaridade os grupamentos, fechamentos...traços... eita coisa bem boa!

Diego disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Paula Calixto disse...

Diego, Gestal (de Pearls) é diferente da Psicanálise (de Freud). São ambas abordagens psicoterápicas, mas com características próprias.

Basicamente, a Psicanálise enfoca o "porquê". E a Gestalt o "como" e o "o que". Fora isso, a Gestalt foca o presente e a Psicanálise engloba-o ao passado, embasando-se mais neste último.

Uma não é melhor que a outra. Enquanto profissional, cada indivíduo vai trabalhar com a que se identifica mais. Enquanto paciente, o profissional terá que ter o compromisso ético, acima de tudo, em avaliar se o paciente/cliente responderá melhor em uma ou outra, ou até mesmo em outra abordagem, ou, outra técnica.

E fique a vontade! AMO falar em Psi!!! (:

Beijos mais.

Diego disse...

a princípio quero achar uma relação entre psicologia e física para encaminhar um tc... mas tem poucos trabalhos nesta área... obrigado pela aula, agora veu ter bastate no que pensar! =)

valeu pelo conhecimento compartilhado e pela boa vontade e paciência em de me responder =)

bj

Paula Calixto disse...

Pôxa, Diego! Fiquei felicíssima, agora! (:

Bom encontrar gente com ousadia de estudo/trabalho!!! Eu não conheço nenhum trabalho sob esse enfoque!

Ih... tem essa de paciência, não! Eu AMo falar em Psi! Inclusive... feedback, feedback... me bateu a vontade de publicar algo esclarecedor sobre abordagens psis e suas indicações. Quem sabe daqui para amanhã sai algo? [risos] Estou na montagem de outro blogue sobre Psic. Jurídica há uma "década"! risos E o negócio não sai porque fico no aguardo de um amigo e "seu tempo escasso"! risos Vou terminar publicando as coisas por aqui mesmo se me der na telha! (:

Enfim... é isso.