Santa, pecadora... Olhar pra dentro é ver-se de verdade: enxergar os paradoxos e aceitar[si].

Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Santa, pecadora, com o Amor na veia e a alma nas vísceras.

Contagem regressiva para Tainá pipocar!!!

segunda-feira, 21 de maio de 2007

Palestrando

Hoje é o dia da minha palestra "básica".[risos]

Desculpem a ausência desses últimos dias. É que meu tempinho anda meio escarsso! Nem minhas baladinhas "de lei" eu tenho feito. Mas, a partir de amanhã vai ficar tudo mais maneirinho.[risos]

Bom, como já falei antes aqui, a palestra é sobre a Psicologia Jurídica. E tem como tema:

Sistema Penitenciário
Um desafio contemporâneo


Pra não deixar de registrar por aqui, fica uma palhinha do que vem a ser o assunto tratado:

Psicologia Penitenciária é a área da Psicologia Jurídica ligada ao poder executivo, visando a adaptação e recuperação (ressocialização), bem como a pesquisa em torno da periculosidade.

Sua garantia legal de trabalho está referida no que tange os seguintes artigos da Lei nº 7.210 de 1984 - Lei de Execuções Penais (LEP) -> art. 5º, art. 6º, art. 7º (este com a modificação da Lei nº 10.792, de dezembro de 2003), art. 9º e art. 75.

E citando as sábias palavras do saudoso Mestre Roberto Lyra:

“Prender para castigar, para expiar e retribuir o malo do crime com o mal da pena pertence ao passado. Adotemos uma nova fórmula: prender para tratar, para curar, para educar, para ensinar, para instruir, para aparelhar o homem. Assim, a sociedade tem não só o direito, mas o dever de punir. A liberdade não permitiria esses benefícios, de que o criminoso se apercebe do futuro."


Beijos

8 comentários:

Paulo Sempre disse...

É uma matéria que me interessa particularmente. Assim, ficar-lhe-ia eternamente grato se me manda-se por mail os apontamentos sobre o tema da palestra.
correiasempre@gmail.com
Obrigado

Paulo Correia Sempre
Portugal - Lisboa

Mário Margaride disse...

Olá Paula,

A Psicologia, é sempre um tema interessante.
Quando se trata de lidar com as pessoas, com a sua mente, com o seu "eu".
Será quiçã, a par da Filosofia, as duas áreas da ciência, onde o ser humano, é particularmente visto e observado, à "lupa".

Excelente deve ter sido essa palestra!

Beijinho amiga Paula

Girassol disse...

Muito interessante o tema da palestra, acabei agora um estágio numa prisão, daí este texto me ter chamado mais à atenção.
Todas as prisões precisariam de reformas, para que deixassem de funcionar como depósitos de gente, que quando termina a pena, é largada na sociedade sem qualquer tipo de apoio, ou bases que lhes permitam (re)construir as suas vidas.
Não sei como funciona por aí, mas por cá ainda existe um grande preconceito com ex-presidiários quando se trata de oferecer emprego. Daí, achar fundamental que exista um acompanhamento, mas acima de tudo que existam formações e projectos que permitam a essas pessoas organizar a vida a longo prazo!

Beijos

Andressa disse...

muito legal, seu blog. é até confortável, com musiquinha e tudo!

boa sorte na palestra!

até mais

Késia Maximiano disse...

ahhh psicologia eh um tema muito bom...
eu faço terapia ocupacional, e vou me especializar em saúde mental...
adoro essa área puxando pra psicologia
bjossss

TH disse...

Uma palestra EXCEPCIONAL que tive o prazer de contemplar...
Fui testemunha do q é uma mulher segura, que entende do assunto, abordando de forma sucinta e eficaz
SEM DELONGAS, MEUS SINCEROS PARABÉNS!!

Pollan disse...

eu já paguei uma cadeira na faculdade com esse nome. e já fiz um trabalho sobre o assunto da tua palestra.


pena q não tive um professor muito legal, mas o assunto é muito bom.

=)

Lua disse...

nosssa... digo que tudo que é ligado a direito nao é uma das coisas preferidas da minha vida... mas assuntos separados me atraemm... isso é esquisito ate para mim... risos... espero que tenha sido otimaaa a sua palestra...
e que isso faça a difenreça entre varios...